4 Dicas para Vencer o Algoritmo do Facebook e Aumentar Seu Alcance - teknabox
4 Dicas para Vencer o Algoritmo do Facebook e Aumentar Seu Alcance
3 de janeiro de 2018
Rede de Blogs Privados Causa Penalidade ou é uma boa Estratégia - teknabox
Rede de Blogs Privados Causa Penalidade ou é uma boa Estratégia?
8 de janeiro de 2018

4 Razões pelas Quais Seu Blog B2C não Está Gerando Leads

4 Razões pelas Quais Seu Blog B2C não Está Gerando Leads - teknabox

Criação de conteúdo para blog é uma das estratégias de marketing mais poderosas que eu conheço.

É ótimo para se posicionar como uma autoridade no assunto, rankear bem no Google, e, claro, gerar leads.

Mas você não pode simplesmente criar um blog e achar que ele vai fazer todo o trabalho sozinho. Isso seria maravilhoso, mas não é bem assim que funciona.

Se você quer ter um blog incrível, você precisa gastar algum tempo tornando-o incrível.

Hoje, eu quero falar sobre conseguir leads através do seu blog B2C.

Blogs podem ser maravilhosos para gerar leads.

Dê uma olhada nesse estudo de caso em que um blogueiro aumentou seus leads em 250% através do conteúdo no seu blog.

Blogs podem engajar seu público através de conteúdo detalhado que gera enorme valor. E você pode transformar esses leitores em clientes.

Mas tem um problema. A maioria dos blogs B2C não conseguem muitos leads.

Muitas pessoas já me perguntaram “Neil, por que meu blog não está convertendo ninguém?”

Eu já vi isso acontecer milhares de vezes, então seria de se pensar que existem milhares de razões pelas quais blogs não convertem.

Na verdade, existem apenas algumas razões.

Então, se o seu blog não está gerando muitos leads, é provavelmente por causa de uma dessas 4 razões. Vamos começar e ver por que o seu marketing de conteúdo B2C não está te dando os resultados que você gostaria. 

1. Você só pensa em conseguir leads

Alguns blogs se concentram tanto em conseguir leads que eles acabam afugentando as pessoas.

Normalmente, isso acontece quando há muitos pop-ups.

Antes de mais nada, permita-me dizer que eu gosto bastante de pop-ups. Eles funcionam super bem quando usados de maneira correta.

Mas muitos blogs não fazem isso.

Quantas vezes você já viu blogs assim?

pasted image 0 2173

É muita coisa !

Isso faz com que as pessoas não queiram entrar de novo no blog ou sequer permanecer nele.

Essa página está sedenta demais pela sua atenção e conversão .

Mas isso só gera confusão e irritação. Por onde você deveria começar? Tem tantos pop-ups que não dá nem para se concentrar.

Esse é um ótimo exemplo de como não usar pop-ups.

Pode acontecer também de você entrar em um site e ver um pop-up imediatamente, antes mesmo do conteúdo.

Esse artigo da Authority Hacker abriu um pop-up de tela inteira antes mesmo de a imagem do cabeçalho carregar. Eu não conseguia ver nada do conteúdo antes de clicar do lado de fora do pop-up.

Screen Shot 2017 09 11 at 1.46.25 PM

Ironicamente, o artigo é sobre pop-ups. Vai entender!

É mil vezes melhor usar menos pop-ups e usá-los de forma mais estratégica.

Tem dois tipos de pop-up que eu recomendo: a intenção de saída e a barra de olá.

Sabe quando você está quase saindo de um site e aparece um pop-up? Isso é um pop-up de intenção de saída.

Para ver como funciona um desses na prática, vá até a página inicial do meu blog numa aba de navegação anônima. Depois, mova seu cursor fora da página como se você fosse fechá-la.

Você verá um popup de tela inteira.

Screen Shot 2017 09 11 at 6.07.06 AM 1

Isso gera ótimas conversões, e há algumas razões para isso.

Primeiro, oferece valor.

Se alguém está saindo do meu site, eu tenho que oferecer alguma coisa valiosa para que ela continue por lá.

Então eu faço uma oferta específica, difícil de recusar. Nesse caso, é um webinar gratuito.

Você precisa fazer uma oferta irrecusável, senão seu visitante vai fechar a página e talvez não voltar mais.

A segunda razão pela qual isso funciona é por ser algo impossível de se ignorar.

Muitos sites usam pop-ups de intenção de saída, mas às vezes as pessoas acabam passando direto por eles porque são pequenos.

Usar um popup de tela inteira faz com que todo mundo consiga vê-lo. Isso aumenta suas chances de converter os visitantes.

Enfim, popups de intenção de saída simplesmente funcionam.

Todos os tipos de negócio, em diferentes nichos, usam pop-ups de intenção de saída e, em geral, eles convertem muito bem.

pasted image 0 2099

Outro tipo de pop-up que eu uso é a Barra de Olá.

Você provavelmente já notou isso no topo da minha página.

Screen Shot 2017 09 11 at 6.22.27 AM 1

É uma pequena barra horizontal para pegar emails.

Ela fica no meu site o tempo todo, mas não tem problema, porque é menor e não incomoda. Ela só fica lá no topo, e não implora para você clicar nela.

Para mim, é fundamental usar o pop-up para criar engajamento com os leitores através de uma pergunta. Isso também ajudou bastante nas conversões, mesmo sendo bem diferente de um pop-up de intenção de saída.

Outros sites usam a Barra de Olá de um jeito diferente. Você pode configurá-la para pedir o email do visitante imediatamente.

pasted image 0 2106

Isso é o mais legal da Barra de Olá. Não tem um jeito certo de usar. Você pode tentar várias coisas e ver o que funciona melhor para o seu site.

Para começar, você só precisa ir até HelloBar.com e inserir sua URL na barra.

Screen Shot 2017 09 11 at 6.32.11 AM

É uma ferramenta gratuita, então você pode começar a usá-la hoje e vê-la funcionando em questão de minutos.

Esse tipo de pop-up não vai incomodar seus usuários e vai melhorar bastante o visual do seu site, também.

2. Seu conteúdo não é o suficiente

A base de todo bom blog é o conteúdo.

O que significa que, se o seu blog não está gerando leads, muito provavelmente o problema está no conteúdo.

Pare um pouco e seja sincero com você mesmo. O seu blog está oferecendo soluções para as pessoas? Está fornecendo informações novas e úteis para os seus leitores?

Não precisa ter vergonha se você concluir que seu conteúdo está meio mais ou menos. Isso é fácil de melhorar, e eu vou te mostrar como.

Primeiro, eu vou mostrar alguns erros que as pessoas normalmente cometem.

Muitos blogs B2C postam conteúdo curto demais. Eu percebi que, se você quer criar conteúdo que realmente tenha valor, você precisa escrever bastante.

Em média, os top 10 resultados no Google são todos textos longos:

pasted image 0 2177

Mesmo assim, eu ainda vejo muitos blogs publicando um ou outro post de 500 palavras por mês.

Se você quer que seu conteúdo seja bom para SEO e gere conversão dos seus leitores, você vai ter que se alongar um pouco mais.

A Backlinko constatou que, em média, o primeiro resultado do Google tem 1.890 palavras.

No entanto, eu já consegui ótimos resultados com conteúdo ainda mais longo. Estou falando de posts com mais de 3.000 palavras.

Seu conteúdo não precisa ser tão longo, mas você deveria se acostumar a escrever posts mais longos.

Se você não tem muita experiência escrevendo, não se preocupe.

Eu levei algum tempo até começar a escrever bem. Sou disléxico e nunca fiz aula de redação. Mas eu insiste e agora acho que escrevo bastante bem.

Contanto que você continue escrevendo e procurando maneiras de melhorar, seu blog vai ficar cada vez melhor.

Outro grande problema que eu vejo em relação ao marketing de conteúdo para B2C é a falta de aprofundamento.

Existem muitos posts por aí que nada mais são do que um apanhado geral sobre um assunto. Não sei você, mas eu não quero ler isso. Eu quero ler conteúdo aprofundado.

Eu já vi até posts de 2.000 palavras que simplesmente dão uma passada pelo tema.

A extensão não importa se o seu conteúdo é raso. Então você vai estar perdendo seu tempo escrevendo posts enormes se não se aprofundar no assunto.

Basicamente, isso significa abordar o máximo de tópicos relevantes possíveis.

Existem várias formas de encontrar assuntos, mas uma das minhas preferidas é usar a seção “pesquisas relacionadas” do Google. Fica lá embaixo da página:

Screen Shot 2017 09 11 at 7.36.56 PM

Mas você também precisa abordar esses assuntos de forma detalhada.

Resumindo, escreva sobre o máximo de temas relacionados que você puder e se aprofunde em cada um deles.

Parece muito, e realmente consome algum tempo, mas vale muito a pena.

E, ao fazer isso, você deveria aproveitar para otimizar seu conteúdo para SEO.

3. Você não tem uma isca digital instigante

Isso parece óbvio, mas você precisa dar aos seus usuários uma boa razão para converter.

Você já está fazendo isso?

Se você está simplesmente pedindo um email sem dar nada em retorno, você vai ter sorte se alguém converter.

Muitos blogs B2C fazem isso e é um grande erro.

Aposto que você já viu um monte de emails com formulários de opt-in como esse.

pasted image 0 2155

O problema? Não há uma razão forte o suficiente para converter.

Agora compare com a narrativa de Sujan Patel no seu formulário de opt-in “entre na minha newsletter”.

pasted image 0 2089

Normalmente, eu acharia esse tipo de abordagem meio chata, mas Sujan soube fazer funcionar. Ele te dá uma razão para entrar para a lista dele.

Você precisa oferecer alguma coisa interessante para fazer seus leitores converterem.

Estou falando de uma isca digital.

Sua isca digital é o conteúdo ou informação que convence seus leitores a converterem.

No exemplo acima, Sujan usa sua newsletter como uma isca digital.

Eu, pessoalmente, uso meu webinar como isca digital.

Screen Shot 2017 09 11 at 2.02.44 PM

Iscas digitais podem gerar muita conversão e trazer centenas de leads todo mês.

Mas você não pode simplesmente jogar uma isca digital no seu site. Você precisa encontrar a isca digital certa para o seu público.

Se você usar o tipo errado de isca digital, você não vai conseguir conversões.

Você precisa descobrir que tipo de informação seu público está procurando. E então você deve criar o recurso que forneça a ele esse valor.

Eu gosto muito de criar iscas digitais personalizadas, baseadas nos interesses e necessidades do público.

pasted image 0 2085

Eu uso um webinar porque eu sei que o meu público está atrás de conteúdo aprofundado.

Webinars funcionam para todos? Claro que não.

A Digital Marketer criou o Arquivo Definitivo de Social Swipe, que contém 72 chamadas escritas especificamente para serem usadas em mídias sociais.

Screen Shot 2017 09 11 at 2.33.04 PM 1

Por que eles não fizeram algo como um webinário? Imagino que eles tenham constatado que o público deles preferia conteúdo mais curto, e não tem nada de errado com isso.

Sua isca digital perfeita é o que seus clientes desejam.

Então entre em contato com seu público. Faça pesquisas com eles. Entre nas suas cabeças e dê a eles conteúdo sob medida.

4. Seu formulário de opt-in não está dando conta

Mesmo que você tenha uma ótima isca digital, pode ser que você ainda não consiga o número de leads que você está procurando.

Se isso estiver acontecendo, é provavelmente por causa do seu formulário de opt-in.

Na maior parte das vezes, emails com formulários de opt-in são ruins por serem genéricos.

Veja um exemplo.

pasted image 0 2094

Não é horrível ou desagradável, mas é sem graça.

É vago, também. Por que você deveria assinar a newsletter? Qual tipo de conteúdo essa newsletter oferece? Não tem nenhuma informação aqui.

Já outros formulários de opt-in são horríveis e desagradáveis.

Dê uma olhada nesse formulário de opt-in.

pasted image 0 2151

Você obviamente não quer escolher “não”, mas pode não estar interessado na isca digital.

Essa tática tenta pressionar as pessoas a pegar a isca digital. Como você pode imaginar, isso não leva a taxas de conversão muito altas.

Nem as melhores iscas digitais do mundo vão funcionar se o formulário de opt-in não gerar conversões.

Você precisa gastar um bom tempo para descobrir exatamente o que o seu formulário de opt-in vai dizer e qual vai ser a cara dele.

Para conseguir os melhores resultados, seu formulário de opt-in tem que ter duas características importantes.

Primeiro, ele deve ser curto (quer dizer, na maioria dos casos).

Se você estiver oferecendo uma isca digital comum, como um PDF para download, webinar, newsletter ou arquivo de swipe, limite seu formulário de opt-in a 2 a 4 campos.

pasted image 0 2166

Como eu disse, essa extensão basta na maioria dos casos.

Mas, às vezes, você pode precisar obter muitos dados. Se o seu cliente for uma empresa, você pode querer informações muito específicas.

Nesse caso, estabeleça de 5 a 7 campos. Essa extensão é a segunda melhor para taxas de conversão (veja o gráfico acima).

Veja um exemplo da Aeris.

pasted image 0 2090

É realmente mais longo, mas não tão longo a ponto de ser intimidador.

Perceba como o formulário mais longo é equilibrado com muita informação. Quem o recebe obtém detalhes super específicos sobre o whitepaper e sente que vale a pena preenchê-lo.

Em segundo lugar, seu formulário de opt-in deve ser específico.

Não importa o número de campos se você não diz aos seus leitores o que eles vão receber e porque eles deveriam querer aquilo.

Concentre-se no valor que você está oferecendo. Como você pode ajudar seus clientes? Que objetivo você pode ajudá-los a alcançar?

Use a linguagem específica do seu público. E não fale para eles, usando um monte de jargões de vendas. Mantenha uma conversa.

Não esqueça a CTA também. A CTA certa pode fazer suas taxas de conversão explodirem.

É muito melhor usar CTAs específicas como “Reserve seu e-book gratuito” no lugar de algo sem graça como “Entre” or “Baixe”.

Esse é um ótimo exemplo do Optinmonster:

pasted image 0 2158

É curto (2 campos apenas) e específico em relação ao que se vai receber. O texto te dá uma razão para querer fazer o download. Se tem um ponto fraco nesse formulário de opt-in, é a CTA genérica.

Então, resumindo, seu formulário de opt-in deve ser curto e específico. Foque no valor e informe aos seus clientes que você está dando o que eles querem.

Também é sempre uma boa ideia fazer testes A/B com novas ideias para ver se elas geram uma conversão melhor.

Conclusão

Eu venho publicando no meu blog já há algum tempo e pude aprender com alguns dos melhores blogueiros do mundo.

Mas o meu blog não foi sempre um grande sucesso.

Na verdade, muitos dos meus tropeços se deram porque meu blog não estava indo bem.

Ao longo dos anos, eu perdi milhares de leads porque meu blog precisava melhorar.

Isso pode estar acontecendo com você agora.

Se estiver, não pense que não tem solução. Você sempre pode salvar um blog se você souber o que fazer.

Há vários elementos importantes que compõem um blog e você tem que prestar atenção em todos eles se quiser ter sucesso.

Parece muito trabalho, mas fica mais fácil com o tempo.

E é ainda mais fácil se você começar a fazer as coisas certas logo no início. Dessa forma, você não precisa consertar nenhum erro lá na frente.

Foi isso que aconteceu comigo. Eu cometi vários erros e tive que gastar algum tempo consertando-os. Não quero que isso aconteça com você.

Se as taxas de conversão do seu blog são muito baixas, tem 90% de chance de ser por uma dessas 4 razões.

Todo mês, eu vejo esses problemas aparecendo o tempo todo.

Não importa se o blog é pequeno ou grande. Não importa qual é o orçamento do negócio. Esses problemas podem acontecer com qualquer blog B2C.

Se você está decidido a melhorar a taxa de conversão do seu blog, comece por aqui. Pergunte a si mesmo se o seu blog tem um (ou mais) desses problemas.

Você vai ter que olhar para o seu blog com frieza e ser muito sincero consigo mesmo. Mas, se você resolver os problemas agora, quando você perceber, você vai ter gerado lead atrás de lead.

 

Fonte: https://neilpatel.com/br/blog/blog-b2c/

Comentários

comentários

Tiago Curcio
Tiago Curcio
É Coach e empreendedor nas áreas de saúde e tecnologia. Especialista em Inteligência de Negócios e em Programação Neurolinguística (PNL), adora pedalar e ficar com a família.

Os comentários estão encerrados.

Orçamento