[Aprenda Como Mandar Uma Mensagem para Qualquer Um no LinkedIn -teknabox
Aprenda Como Mandar Uma Mensagem para Qualquer Um no LinkedIn
17 de julho de 2018
Como Usar Vídeos Nativos no LinkedIn Para Aumentar o Engajamento - teknabox
Como Usar Vídeos Nativos no LinkedIn Para Aumentar o Engajamento
21 de julho de 2018

Como Aumentar Em 24x As Visualizações Do Seu Post no LinkedIn

Como Aumentar Em 24x As Visualizações Do Seu Post no LinkedIn - teknabox

Se você não está obtendo visualizações em seus posts do LinkedIn, está perdendo oportunidades de negócio.

Como eu sei disso?

80% dos leads B2B vêm do LinkedIn.

Isso significa que, se o seu público não estiver engajando com você no LinkedIn, você está perdendo milhares de leads potenciais.

E desperdiçar leads nunca é bom para os seus resultados.

Mas o LinkedIn pode ser uma plataforma difícil quando se trata de ter um bom desempenho com conteúdos.

Felizmente, existe uma forma de aumentar seu engajamento no LinkedIn em um único dia.

Um profissional de marketing conseguiu obter 24 vezes mais visualizações em posts no LinkedIn usando apenas alguns truques simples.

Quer aprender como fazer com que seus artigos do LinkedIn sejam lidos?

Tenho certeza de que a resposta é sim.

Quero te dar um mapa que vai multiplicar o engajamento dos seus posts com apenas três passos simples.

Mas antes de fazer isso, vamos começar discutindo porque é tão difícil obter visualizações de post no LinkedIn de maneira consistente.

O desafio de obter visualizações de post no LinkedIn

O LinkedIn tem tido um crescimento significativo nos últimos anos, mas ainda não chegou aos níveis do Twitter ou do Facebook.

Segundo o Pew Research Center, o Facebook ainda supera todas as outras redes sociais por uma grande margem.

social media userbase

E apesar de o LinkedIn ser comprovadamente o melhor site social para a geração de leads B2B, ele nem sempre recebe atenção de profissionais do marketing ou empreendedores diariamente.

Isso significa que há uma boa probabilidade de que o conteúdo que vocêrealmente publica no LinkedIn seja ignorado, simplesmente porque os usuários navegam em suas feeds com menos frequência.

E mais: aquele mesmo estudo do Pew constatou que 74% dos usuários das mídias sociais abrem o Facebook pelo menos uma vez por dia.

Quais são as estatísticas do LinkedIn?

Eles nem sequer divulgam esses números, o que já diz tudo.

E então, como melhorar o engajamento de um site que tem um desempenho médio?

E afinal, por que fazer isso?

Porque como eu mencionei anteriormente, o LinkedIn é um dos melhores sites de mídia social para a geração de leads e vendas.

O blog de Marketing do LinkedIn compartilhou um conjunto de estatísticas interessantes que mostram o quanto as ações no LinkedIn podem ser lucrativas para empresas B2B.

linkedin b2b 1

Pense no problema dessa maneira:

Se 80% dos seus leads vêm de um site, mas seus posts estão ganhando apenas 0,04% de seu engajamento potencial, você está perdendo potenciais leads.

Por outro lado, isso significa que você pode ter um crescimento incrível simplesmente ao aumentar o engajamento.

Mas há mais na jogada:

linkedin b2b 2

Mais uma vez, vemos que o LinkedIn é um site popular para empresas B2B.

Você está concorrendo com 92% de outras empresas B2B pela atenção, engajamento e conexão.

E se 79% dessas empresas geram um bom fluxo de leads a partir do LinkedIn, imagine só o que elas poderiam fazer com mais engajamento.

Todos os números que você está vendo deixam óbvio que o teto da geração de leads ainda está muito acima de você.

Assim, quando você cria e compartilha conteúdos no LinkedIn e eles não recebem visualizações, os resultados são muito frustrantes.

Fracassar aqui pode te fazer acreditar que deve mover suas ações para outras plataformas.

E com a maioria dos conteúdos escondida pelo algoritmo do LinkedIn, que por padrão organiza seu feed com o filtro “Top”, esse desafio fica um pouco mais difícil.

algorithm

Mas o algoritmo Pulse do LinkedIn é muito preciso ao exibir conteúdos.

Ele começa submetendo o conteúdo a um filtro eletrônico.

Depois, ele coloca seu post temporariamente em um feed público para mensurar o engajamento.

Depois de algum tempo, há outro “exame de viralidade” computadorizado.

E aí, finalmente, seu post é submetido a uma avaliação humana, caso tenha passado pelos outros testes.

Se o seu post conseguir passar por tudo isso, vai aparecer nos feeds da sua rede com uma frequência maior.

Em caso contrário, ele vai ter o mínimo de engajamento.

E esse é o problema.

Como fazer com que seus artigos do LinkedIn sejam lidos, aumentar o engajamento e fazer seu negócio crescer?

Eu acredito que existem dois métodos garantidos para conseguir mais engajamento.

Primeiro: crie bom conteúdo.

Segundo: publique com frequência.

Para te ajudar a fazer isso, quero te mostrar um método que inclui ambos esses passos.

Vamos começar falando sobre o seu conteúdo.

1º Passo: Crie conteúdos excelentes

O primeiro passo em qualquer estratégia para gerar engajamento é criar conteúdos dignos de serem compartilhados.

De fato, a maioria dos conteúdos que obtêm alto engajamento de forma consistente foram criados especificamente para terem o potencial de viralizar.

Mas os conteúdos do LinkedIn também são únicos, por causa do público dele.

Você está se apresentando e apresentando sua marca a um grupo composto inteiramente de outros profissionais.

Isso significa que fotos das suas últimas férias ou vídeos sobre o seu hobby não vão se encaixar bem aqui.

Você precisa entender como criar posts no LinkedIn de forma específica.

Aqui está mais uma parte do infográfico que estamos examinando, que mostra o impacto do seu conteúdo no LinkedIn.

linkedin b2b 3

Alguns números essenciais se destacam aqui.

Primeiro, 70 milhões de alcances únicos mensais no SlideShare não é pouca coisa. Se você não está usando conteúdos SlideShare no LinkedIn, está perdendo uma oportunidade.

Segundo, é preciso que uma média de 10 conteúdos sejam visualizados antes que uma decisão de compra seja tomada.

Isso significa que, se você estiver no fundo do poço do engajamento, pode ser preciso esperar meses até que um usuário engaje o suficiente para iniciar um processo de venda.

Você não tem tempo para isso.

O que significa que você precisa mudar a forma como publica no LinkedIn.

O objetivo oficial do LinkedIn é levar o conteúdo certo ao profissional certo.

E isso significa que o marketing de conteúdo no LinkedIn está ficando mais importante ano após ano.

Líderes de marca como o CEO da MobileMonkey  Larry Kim, é um excelente exemplo de quem compartilha conteúdos explosivos no LinkedIn regularmente, por causa dessa tendência.

5291fea2 45a9 4212 9e1e 165b5c7fd371 original

Não sei o que você acha, mas eu não vejo esse tipo de imagem no LinkedIn todos os dias.

Mas como isso é um diferencial da marca MobileMonkey, esse tipo de conteúdo aparece para todo lado na feed do Larry.

Ele até compartilha vídeos sobre eventos onde ele vai dar palestras para ajudar a gerar engajamento e interesse.

larry kim

São esses tipos de conteúdo que se destacam entre tantos outros e engajam um público no LinkedIn.

Eles têm branding profissional, são específicos para a voz dele, e definitivamente ajudam a gerar engajamento.

A chave aqui é usar sua marca para compartilhar estatísticas interessantes, lições que você aprendeu e melhores práticas da indústria na forma de conteúdos para o LinkedIn.

Mas que formas específicas a sua marca pode usar para melhorar sua criação de conteúdo para o LinkedIn?

Primeiro, e acima de tudo, você sempre deve criar conteúdo relevante, que se relaciona a tendências atuais e se baseia em insights da indústria.

Eu adoraria escrever posts sobre os meus hobbies, mas isso não ajudaria minha marca no LinkedIn.

É por isso que eu crio posts com conselhos de marketing úteis para pessoas como você. Isso é relevante, é do seu interesse, e vai te ajudar a ganhar mais dinheiro.

Segundo, considere o tipo de conteúdo.

shorter updates

Como mostrado nesse exemplo, se você está compartilhando uma atualização simples no seu feed do LinkedIn, faça um texto mais resumido.

E princípios diferentes se aplicam a formatos diferentes.

Não sobrecarregue seus vídeos com texto publicitário demais.

Se você vai publicar um post, adicione imagens, crie um post longo, ou até adicione vídeo, caso isso seja relevante.

Não reduza o número de palavras em posts publicados.

E talvez o mais importante: sempre crie títulos clicáveis e cheios de magnetismo.

headline

O título é a primeira coisa que seu público no LinkedIn vai ver, assim, assegure-se de que ele atrai atenção e é preciso.

Mas além de simplesmente criar conteúdo engajante, você precisa aproveitar suas conexões e a rede estendida do LinkedIn.

A influência é a moeda número 1 para gerar negócios no LinkedIn, o que faz dela a melhor amiga dos seus conteúdos.

Faça contato com “seguidores” interessados, compartilhe seu conteúdo em Grupos e envolva os co-criadores (quando houver) dos seus conteúdos para maximizar a exposição.

E o mais importante, já foi comprovado que compartilhar conteúdo como uma pessoa – e não uma empresa – também ajuda a aumentar o engajamento.

No exemplo que eu compartilhei abaixo, acrescentar um toque pessoal resultou em uma taxa de abertura 16% mais alta para essa profissional de marketing.

share person

Nada mal para uma alteração simples, certo?

Mas há uma última coisa que você precisa fazer com seu conteúdo.

Republique com frequência

Eu sei que isso parece assustador, a princípio.

Devido a abusos no Facebook, no Twitter e em outros sites de mídias sociais, os profissionais do marketing adotaram uma abordagem muito cautelosa quando se trata de republicar conteúdos abertamente.

Assim, pode ser estranho ouvir isso, mas você definitivamente precisa republicar conteúdos no LinkedIn se quiser aproveitar ao máximo o algoritmo Pulse.

Essa é a única forma de levar seu conteúdo à maior quantidade de pessoas possível.

E para ter ajuda para fazer isso, você deve seguir para o segundo passo do meu método.

2º passo: Automatize sua abordagem

A automação sempre foi um tema difícil para algumas pessoas, mas não há como negar a utilidade dela ao examinar os números detalhadamente.

Apesar da possibilidade de utilizar automação da forma incorreta, usar a automação como forma de poupar tempo na publicação de posts nas mídias sociais definitivamente é muito útil para os profissionais de marketing digital.

Quase 90% dos profissionais de marketing declaram ter tido successo com o marketing automatizado.

marketing automation agency success

O que significa que você pode confiar que a automação não vai desaparecer nos próximos tempos.

De fato, a grande maioria dos especialistas em marketing têm a intenção de começar ou continuar automatizando seu marketing.

automation

Assim, automatizar seu marketing é um passo enorme para a sua produtividade, que eu recomendo muito.

Mas antes de prosseguir, quero deixar uma coisa muito clara: o tipo de marketing que vou propor não envolve automatizar a gestão da sua comunidade.

Eu sugiro automatizar sua gestão de conteúdo em vez disso.

Isso significa programar posts, não curtir ou comentar automaticamente em outros posts.

A programação de conteúdos automatizada te poupa tempo e continua a ser uma ação de marketing e branding genuína.

Automatizar comentários ou curtidas só serve para dar uma impressão robótica e falsa, porque é exatamente isso.

Assim, vamos ver algumas formas de programar seu conteúdo com facilidade e eliminar o inconveniente de ter que publicar múltiplas vezes por dia.

Veja como você pode programar posts com o Agorapulse.

Se você ainda não é cliente deles, eles oferecem uma demonstração gratuita de seu sistema de gestão de conteúdo.

Simplesmente vá à homepage deles e clique no botão “Start my free trial”.

free trial

Após se cadastrar, você será levado para a tela do gerenciador de conteúdo.

Clique na opção “Publishing” para ver a tela abaixo:

agorapulse 3

Ao chegar aqui, você pode clicar no aviãozinho de papel em qualquer dia e programar a publicação de um post naquela data.

Você verá uma página com as seguintes opções:

agorapulse

Selecione seu perfil do LinkedIn, insira seu texto, post de blog, imagem ou vídeo, e verifique a pré-visualização do lado direito para se assegurar de que está tudo perfeito.

Agora, clique em “Next,” selecione um horário e programe seu post.

Isso é fácil, rápido, e permite que você se concentre em outros aspectos do seu marketing digital.

Mas o Agorapulse não é a única opção para programação.

Outro site de gestão de conteúdos que eu adoro é o sempre popular Hootsuite.

Eles têm planos flexíveis para negócios de todos os tamanhos, mas eu recomendo começar com a opção gratuita enquanto você se acostuma a essa tática.

hootsuite free

Após se cadastrar, procure em seu Dashboard a opção Publisher.

hootsuite

Eu gosto de alternar para a tela de publisher porque isso me ajuda a monitorar o que já foi programado para publicação.

Ao chegar lá, é hora de programar seus posts.

Abra seu composer, adicione seu perfil do LinkedIn e as informações do post, e depois clique na aba de programação.

hootsuite 2

Depois que tudo estiver pronto, você pode selecionar uma data e um horário para o seu post.

Ou clicar na opção AutoSchedule, para que o Hootsuite publique o post para você com “o máximo de impacto”.

hootsuite 3

O método de automação selecionado não é necessariamente importante.

O que realmente é importante é que você dedique algum tempo a programar corretamente a automação para os seus conteúdos no LinkedIn.

Porque, para que o último passo funcione de forma eficaz, você vai precisar fazer muitas publicações que você não vai querer fazer manualmente.

3º passo: Publique no LinkedIn várias vezes ao dia

Pronto para o último passo?

O grande segredo para aumentar a visualização de posts no LinkedIn, que requer tanto preparo, na verdade é bem simples.

Tudo o que você tem que fazer é publicar várias vezes ao dia.

De preferência, em intervalos de poucas horas.

Mais uma vez, eu entendo que isso causa um certo medo de problemas com conteúdo duplicado. Mas essa realmente é a melhor prática para o algoritmo do LinkedIn.

Mas deixe eu te mostrar como fica isso na prática.

Vejamos como exemplo o influenciador do LinkedIn e fundador do Virgin Group, Richard Branson.

Todos os dias, ele publica em média entre um e cinco posts.

E um detalhe importante.

Ele publica o mesmo artigo mais de uma vez.

Aqui está um post recente dele.

branson 1

Perceba que eu encontrei esse post apenas 13 horas após sua publicação.

Parece um bom post, certo?

Bem, aqui está o mesmo post, marcado como tendo sido publicado 18 horas antes.

branson 2

Percebeu alguma diferença?

Para ser sincero, quase não há diferenças.

Exceto pelo fato de o post mais recente ter quatro vezes mais engajamento.

Por quê?

Porque é ele uma republicação.

Apesar de o conteúdo ser o mesmo, o fato de Branson o ter publicado mais uma vez em seu feed significa que usuários que entraram no LinkedIn mais tarde naquele dia ainda tiveram a oportunidade de vê-lo novamente.

Mas ele não publica posts a cada cinco minutos. Há um intervalo de cinco horas entre esses posts.

E ele não é o único grande influenciador do LinkedIn que republica posts frequentemente.

Veja por exemplo alguns dos posts da CEO da Ellevest, Sallie Krawcheck.

Apesar de essas não serem republicações “tradicionais”, ela criou um layout temático com certos posts que gera níveis de engajamento incríveis para seus posts Financial Feminist Friday.

sallie krawcheck 1

Esse post, especificamente, tem mais de 3.000 curtidas e bastante diálogo nos comentários.

E ela tem compartilhado esses tipos de posts há meses ao longo de seu feed.

sallie krawcheck 2

Todos eles têm o mesmo visual, mas optam por destacar um profissional diferente na indústria dela.

É uma abordagem inteligente da republicação no LinkedIn, que ajuda Sallie a gerar engajamento e se conectar com seu público sem o risco de o conteúdo ficar velho.

E mesmo com esse exemplo, eu sei que a ideia de fazer qualquer tipo de republicação parece ser spam.

Mas pense mais uma vez em como o LinkedIn funciona.

As melhores dicas que nós vimos nos encorajam a compartilhar conteúdos diariamente, espalhar nossos posts e variar nosso conteúdo sempre que possível.

Mas a maior conclusão certamente é que nós devemos compartilhar o mesmo conteúdo várias vezes, até que ele faça sucesso.

Porque quando o algoritmo Pulse do LinkedIn retira seu conteúdo do feed, a única forma de trazê-lo de volta é republicando-o.

O bom é que, se você criou um conteúdo excelente e seguiu os passos necessários para automatizar suas mídias sociais, impulsionar e manter um engajamento alto é fácil.

Tudo o que você tem que fazer é programar sua automação para compartilhar o mesmo post frequentemente, com intervalos de algumas horas.

E ambas as ferramentas de automação que eu te mostrei permitem que você faça isso.

Veja por exemplo o Agorapulse.

Aqui está a página de programação que vimos anteriormente, com um post pronto para ser adicionado.

agorapulse 2

Quando você clica no botão“Next”, ele te leva a uma página que permite que você defina o horário de publicação.

Você também tem a oportunidade de repetir o post quantas vezes quiser.

Assim, se você quiser publicar o mesmo post a cada três horas, só precisa configurar isso corretamente.

agorapulse 3 1

Quando seu post estiver programado, você vai ter acabado de criar uma máquina de republicação para o LinkedIn.

Mas e o Hootsuite?

Eu selecionei o Hootsuite por uma razão: porque você pode fazer exatamente a mesma coisa na plataforma dele.

Ao abrir a aba de programação do editor de texto do Hootsuite, você verá um link que te direciona para o novo composer em massa dele.

Clique nesse link.

hootsuite buldk 1

Ao fazer isso, você chegará a uma página que pede que você envie um arquivo CSV e selecione a rede em que você quer publicar.

hootsuite bulk 2

Se você nunca usou um arquivo CSV, não se preocupe.

Colocar seus posts nesse formato é um processo bem simples.

De fato, talvez isso até deixe a programação de posts mais rápida.

O arquivo CSV deve ficar assim:

sample csv file

Você só precisa ter três colunas aqui:

  1. Data e horário
  2. Sua mensagem
  3. O link que você está compartilhando.

Para o LinkedIn, é só se assegurar de que seus posts estão programados com intervalos de poucas horas nos mesmos dias.

Após inserir essas informações, salve e envie seu arquivo CSV para o composer. Selecione a opção de publicar no LinkedIn.

Ao clicar para seguir para a página de revisão, você verá como cada um dos seus posts vai ficar quando publicado no LinkedIn:

hootsuite bulk 3

Quando tudo estiver pronto, é só continuar criando posts e repetindo o processo para continuar tendo muito engajamento e muitas visualizações de post no LinkedIn.

Conclusão

Ao seguir os conselhos que eu reuni nesse post, você poderá começar a impulsionar suas visualizações de post no LinkedIn em apenas um dia.

E o melhor: você terá criado uma forma fácil de reproduzir esses resultados no futuro.

O engajamento no LinkedIn não precisa ser um mistério. Ele deveria ser uma ferramenta poderosa para o engajamento da marca, ajudando seu negócio a crescer.

E para isso, você precisa criar conteúdos com capacidade de viralizar.

Use todos os truques que tiver para criar o tipo de post, imagem ou vídeo que seu público quer consumir, compartilhar e discutir.

Desde que você seja consistente com sua marca e compartilhe insights, não há como errar.

Depois disso, não se arrisque. Tome os passos necessários para automatizar sua gestão de conteúdo para não criar buracos em seu engajamento.

A automação permite que você passe menos tempo publicando seu conteúdo e mais tempo realmente se envolvendo com seu público.

Finalize seus esforços publicando com a maior frequência adequada, para garantir que seus conteúdos receberão o máximo de visualizações.

Ao completar esses passos, você terá mais visualizações de post no LinkedIn e mais engajamento e discussão sobre sua marca do que nunca.

Fonte: https://neilpatel.com/br/blog/visualizacoes-de-posts-no-linkedin/

Comentários

comentários

Tiago Curcio
Tiago Curcio
É Coach e empreendedor nas áreas de saúde e tecnologia. Especialista em Inteligência de Negócios e em Programação Neurolinguística (PNL), adora pedalar e ficar com a família.

Os comentários estão encerrados.

Orçamento