(32) 3061-1694

E se você tivesse o poder de tornar seu conteúdo viral?

E se você não tivesse que deixar o sucesso do seu conteúdo para o acaso?

É o sonho de todo profissional de marketing de conteúdo.

Você quer criar conteúdo, promovê-lo e vê-lo prosperar com grande sucesso.

Você deseja alcançar novos públicos e vender mais produtos.

Você deseja gerar tráfego, leads e conversões.

Você quer que seu conteúdo seja tão impactante que milhares ou mesmo milhões de pessoas vejam e compartilhem.

Mas, é claro, é mais fácil falar sobre isso do que fazer.

Isso é o que todo profissional de marketing de conteúdo quer, mas poucos realmente conseguem tornar seu conteúdo viral.

Na verdade, o principal desafio para os profissionais de marketing de conteúdo B2B é criar conteúdo engajador.

pasted image 0 513

E apenas para que você não pense que apenas os profissionais de marketing B2B enfrentam dificuldade para criar conteúdos engajadores, saiba que os profissionais de marketing B2C lutam contra o mesmo desafio. Quase na mesma porcentagem.

pasted image 0 481

Seja B2B ou B2C, profissionais de marketing de todos os lugares se esforçam para criar conteúdos que engajem seu público como o desejado.

No entanto, isso não é uma surpresa.

Afinal, um dos grandes objetivos do marketing de conteúdo é engajar os públicos. E uma vez que existe uma grande quantidade de conteúdo no mundo digital para atingir esse objetivo, a competição é maior do que nunca.

Isso significa que engajar seu público também é mais difícil do que nunca.

Porque com mais competição, o nível de qualidade também precisa aumentar.

Mas parece que algumas publicações encontraram uma fórmula e descobriram como viralizar na Internet.

Por exemplo, este quiz fez sites de redes sociais terem um grande sucesso.

pasted image 0 477

Assim como este artigo sobre como segundos filhos têm mais probabilidade de se tornarem criminosos.

pasted image 0 475

E, por último, este artigo do Huffington Post levou o mundo digital à loucura.

pasted image 0 493

Mas como é que todos esses artigos conseguiram?

Bem, é fácil ver a partir dos títulos por que eles são tão fascinantes. Eles apelam para um tópico atual e eles têm sempre algo que é um pouco fora do comum.

Então, você vai querer ler, curtir e compartilhar.

Mas qual é a fórmula para o sucesso deles?

E por que você realmente deve querer fazer o mesmo?

Primeiro, vamos discutir por que o marketing viral é tão bom para o seu negócio. E depois, vamos falar sobre como você pode usar hacks que você conquistou, possui e pagou, para criar e promover o conteúdo viral.

Por que você precisa de conteúdo conquistado, próprio e pago para conseguir viralizar?

A resposta parece óbvia, não é mesmo?

Você quer que as pessoas compartilhem seu conteúdo porque quando seu conteúdo se torna viral, é bom para os negócios.

Mais pessoas vêem isso, o que impulsiona o tráfego para o seu site. Quando mais pessoas visitam seu site, mais pessoas se tornam potenciais leads. E quando mais pessoas se tornam leads, suas conversões aumentam.

Em outras palavras, o conteúdo viral faz com que seu conteúdo venda mais produtos, tornando sua empresa mais bem sucedida.

No entanto, para criar conteúdo viral, primeiro precisamos fazer outra pergunta.

Por quê motivo principal as pessoas compartilham?

Afinal, se o seu conteúdo não for compartilhado pelas massas, então você não tem um conteúdo viral nas mãos.

Se, no entanto, o conteúdo é compartilhado milhares ou milhões de vezes, seu negócio prospera e seu crescimento aumenta.

E a resposta para o porquê as pessoas compartilham conteúdo é bastante simples.

Tudo se resume a uma moeda social.

Basicamente, as pessoas compartilham quando o conteúdo as fazem parecer boas.

O que você preferiria compartilhar?

Isso:

pasted image 0 519

Ou isso:

pasted image 0 483

Estou disposto a apostar que você prefere compartilhar o primeiro conteúdo. É um tópico interessante de uma publicação confiável e o artigo é fascinante.

A segunda parte do conteúdo, mesmo que pareça bonita, oferece muito pouco valor real.

E aqui está o ponto central. As pessoas não querem parecer mal na frente de seus amigos.

E eles também sabem que seus amigos os julgam com base no conteúdo que compartilham.

Todos nós fazemos isso, certo?

Você vê alguém publicar algo no Facebook e depois faz um julgamento rápido sobre o nível de inteligência da pessoa, para melhor ou pior.

Realmente, isso é da natureza humana.

Existem seis coisas diferentes que fazem as pessoas parecerem boas.

pasted image 0 473

Por que isso importa tanto?

Porque se você criar conteúdo que oferece utilidade, informação, conversa ou identidade para a pessoa que o visualiza, a chance de compartilhamento aumenta muito.

Caso contrário, seu conteúdo provavelmente ficará para escanteio.

As pessoas querem compartilhar coisas que as fazem parecer boas.

E quando o fazem, isso ajuda seus negócios, receita e ROI geral.

Dicas para viralizar mídia conquistada

O que exatamente é mídia conquistada?

É aquilo que você conquista com trabalho árduo, suor e lágrimas. É aquele material onde você atrai a atenção porque fornece melhor qualidade ou uma quantidade maior do que a concorrência.

Aqui estão algumas maneiras de usar a mídia consquistada para tornar seu conteúdo viral.

1. Crie conteúdo curto.

De um modo geral, o conteúdo curto tende a ter mais chances de se tornar viral do que o conteúdo longo.

Isso faz sentido quando você pensa sobre.

Algumas estatísticas comparam o alcance moderno da atenção humana com o de um peixinho dourado. E de acordo com a maioria dessas mesmas estatísticas, o peixe dourado ganha.

Isso significa que o conteúdo curto faz um melhor trabalho ao manter a atenção do espectador em todo o conteúdo, obtendo, assim, mais compartilhamentos e aumentando a chance de que ele seja viral.

O conteúdo longo, por outro lado, pode ser incrível. Mas não tem a menor chance de ser viral.

E a razão é simples.

As pessoas param de assistir ou ler porque é muito longo e elas não têm tempo.

Basta considerar este vídeo viral da Volvo, em que Jean-Claude Van Damme faz uma abertura total entre dois caminhões semi-truck andando de ré.

Como você pode ver, o vídeo é de cerca de um minuto. Isso não é muito longo para transmitir sua mensagem.

Mas se você tiver o sucesso que a Volvo teve, então você tem uma boa chance de obter mais compartilhamentos e aumentar a consciência da marca.

E não é apenas a Volvo que adere à regra de conteúdo curto para viralizar na Internet.

O conteúdo viral em toda a linha segue uma tendência similar.

Aqui está outro vídeo viral da Dove, que tem pouco mais de três minutos.

E mais um do Mr. Clean, que tem apenas trinta segundos.

Qual é o objetivo?

Bem, os vídeos virais são notoriamente curtos. E se o seu vídeo ou post do blog é curto, você automaticamente terá uma chance melhor de atrair a atenção de todos aqueles seres humanos distraídos.

Porém, se o seu conteúdo é muito longo, você provavelmente perderá a atenção das pessoas que importam.

É uma pequena mudança, mas que tem grande impacto.

2. Mantenha o conteúdo visual.

Semelhante ao conteúdo curto que apresenta uma performance melhor do que longo, o conteúdo visual geralmente funciona melhor do que os blocos de texto.

Pense nisso.

Você já clicou em um artigo, encontrou apenas um longo bloco de texto em um fundo branco e depois deixou o site porque não sentiu vontade de ler tudo?

Claro que você já fez isso. Todos nós já fizemos.

Quando o conteúdo é longo e ininterrupto, ele intimida o seu público e diminui as chances de engajamento.

É por isso que eu, por exemplo, tento incluir tantas imagens e quebras de linha em meus próprios posts do blog.

Isso deixa a leitura mais fácil e mais atraente.

Na verdade, as conversões aumentam em 86% quando há um vídeo na landing page e 40% das pessoas respondem melhor às informações visuais (como infográficos) do que ao texto simples.

pasted image 0 470

E, em geral, infográficos recebem a maior parte de compartilhamentos do que qualquer outro tipo de conteúdo.

most shared type of content Google Search

Por que isso acontece?

Porque as pessoas gostam mais de olhar coisas do que ler.

E elas não se importam em ler coisas se você polvilhar com interrupções visuais, como quebras de linha, imagens e vídeos.

Se você quiser dar ao seu conteúdo uma melhor chance de se tornar viral, então certifique-se de incluir muitas pistas visuais dentro dele.

Ou apenas foque em vídeos e infográficos se você tiver o orçamento para isso.

3. Execute uma oferta.

Outra maneira menos comum, mas muitas vezes mais efetiva de criar conteúdo viral é criando uma oferta.

As pessoas adoram coisas grátis, e eles adoram jogos de aposta.

Uma oferta usa essas duas verdades para chamar a atenção e gerar consciência e engajamento com a marca.

Basta considerar esta oferta de camisetas da Qwertee.

pasted image 0 479

Por que essa empresa está fazendo isso?

Eles estão fazendo isso apenas por diversão, porque eles adoram dar coisas de graça?

Claro que não. Eles são um negócio que quer ganhar dinheiro. Eles estão fazendo isso para gerar consciência em torno de sua marca e construir sua imagem de marca.

Então, as pessoas estarão mais propensas a comprar no futuro e mais pessoas se engajarão com eles. E eles sabem disso.

Além disso, esses tipos de brindes geralmente se tornam virais.

Basta considerar este infame traje de banho no Instagram.

pasted image 0 501

Esta oferta teve tanto sucesso que a empresa teve problemas para manter a demanda.

Aqui está a foto de alguém que recebeu seu maiô.

pasted image 0 490

Você pode fazer o mesmo para gerar atenção para sua empresa.

As pessoas adoram coisas grátis e se você é quem irá dar a elas, vai ganhar muita atenção.

Dicas para viralizar mídia própria

Agora, vamos discutir dicas para viralizar conteúdos que giram em torno de mídia própria.

A mídia própria é uma mídia que você possui diretamente e é exclusiva do seu negócio. Seu site, lista de email ou contas de redes sociais, por exemplo.

A forma como você usa esses canais aumenta a chance do seu conteúdo viralizar (ou não).

1. Distribuição da lista de email.

Sua lista de email tem um grande potencial para viralizar.

Está certo. Mesmo que sua lista de email não seja enorme, suas taxas de abertura não sejam muito boas ou sua taxa de cliques seja ruim, você ainda pode usar sua lista de emails para fazer marketing com seu conteúdo para as pessoas que mais importam.

As pessoas que já se preocupam com o seu negócio.

Afinal, essas são as pessoas com maior probabilidade de compartilhar seu conteúdo.

Você sabe que elas se importam, então pode começar com elas.

Há bastante tempo, o Buzzfeed tem sido um dos exemplos característicos de uma empresa que produz regularmente conteúdo viral.

Aqui está um email enviado para o público.

pasted image 0 522

Naturalmente, você não quer criar conteúdo e não ter alguém com quem compartilhar.

A realidade é que, mesmo que você crie um conteúdo incrível, esse conteúdo nunca será viral se ninguém tiver acesso fácil a ele.

Sua lista de email é o lugar natural para iniciar o processo de compartilhamento.

Semelhante à forma como a InVision oferece atualizações de conteúdo.

pasted image 0 510

A Cook Smarts faz o mesmo.

pasted image 0 525

O ponto é, se você tiver uma lista de email, está perdendo ao não promover seu conteúdo para eles. Eles já manifestaram interesse em sua empresa.

Eles são um excelente lugar para começar a viralizar conteúdo.

2. Aproveite o conteúdo gerado pelo usuário.

Embora eu não use muito conteúdo gerado pelos usuários, eu vi que isso faz maravilhas para vários negócios diferentes.

Mas o que é exatamente o conteúdo gerado pelo usuário?

Bem, é exatamente o que parece. É o conteúdo que seus usuários criam e você publica.

Isso é incrível por dois motivos.

  1. Você não precisa criar o conteúdo você mesmo.
  2. É fácil tornar este conteúdo viral.

A razão pela qual é fácil tornar o conteúdo viral é que, primeiramente, você pode escolher entre um grande número de conteúdos aquele que você deseja publicar.

Além disso, você pode se surpreender com o quão criativo o seu público é.

Algumas das principais empresas que publicam regularmente conteúdo gerado por usuários são a Red Bull, BMW e até Starbucks.

pasted image 0 487

Claramente, essas empresas não estão apenas fazendo isso por diversão.

Elas estão fazendo isso porque funciona.

E se é bom o suficiente para elas, é provável que seja bom o suficiente para você. A chave é apresentar um alerta para o seu público.

Sobre o que você deseja que eles publiquem conteúdo?

Dê a eles um desafio e eles provavelmente passarão por ele.

Aqui está um desafio que a Aerie deu aos seus clientes. Eles, depois, publicaram as fotos em sua conta no Instagram.

pasted image 0 498

Aqui está outra foto gerada por um usuário do Buffer.

pasted image 0 506

Como essa imagem de um cachorrinho não pode ser pelo menos um pouco viral?

Ele é adorável.

Mas aqui está o ponto importante. Você não pode saber se esta estratégia funcionará para você, a menos que você tente.

Crie um alerta, incentive seu público a enviar suas criações, escolha as melhores e depois as publique.

Esse conteúdo tem grandes chances de se tornar viral.

Dicas para viralizar mídia paga

Agora, voltamos nossa atenção para as táticas para anúncios pagos. Estes são os que lhe custam dinheiro, acima de tudo.

1. Executar anúncios pagos.

O anúncio pago existe há tanto tempo quanto as empresas.

Claro, ele mudou de forma. Mas, no fundo, continua o mesmo.

As pessoas pagam para alcançar as pessoas que importam. Em troca, elas esperam receber de volta mais dinheiro do que gastaram para chegar a essas pessoas.

E a publicidade paga tem sido popular há tanto tempo apenas por uma razão.

Funciona.

Mas não funciona apenas para criar vendas. Também pode funcionar para tornar seu conteúdo viral.

Só porque a maioria dos anúncios do Facebook parece algo assim, não significa necessariamente que eles deveriam.

pasted image 0 516

A maioria dos anúncios do Facebook está tentando vender algo porque os profissionais de marketing não querem gastar dinheiro e não receber nada em troca.

Idealmente, eles querem gastar dinheiro para ganhar dinheiro.

Muitas vezes, parece que tentar vender seus produtos diretamente é a melhor maneira de fazer isso.

Mas isso não é necessariamente verdade.

Como já discutimos, fazer o seu conteúdo ser viral é uma ótima maneira de gerar tráfego e vendas.

Considere este anúncio do New York Times, por exemplo.

pasted image 0 496

Eles não estão tentando vender nada diretamente.

Em vez disso, eles estão tentando promover uma de suas peças de conteúdo mais bem-sucedidas. Ao fazer isso, eles estão tentando gerar consciência de marca e inscrições para sua publicação.

O mesmo é verdade para este anúncio da Bustle.

pasted image 0 471

publicidade paga é excelente se você quiser vender algo.

Mas também é ótimo se você quer fazer um conteúdo viral e gerar atenção dessa maneira.

Você tem um conteúdo excepcional que quer promover e pelo qual quer conseguir atenção?

Então não tenha medo de publicar anúncios para ele.

Conclusão

Você quer que o conteúdo se torne viral.

Mas não tanto por querer atenção ou porque acha que seria legal.

Não, claro que não.

Quero dizer, seria legal. Mas isso é um bônus adicional.

Você quer que seu conteúdo seja viral porque você conhece o potencial de receita representado pela viralidade do conteúdo.

E esse potencial de receita pode estar ao seu alcance se você usar esses seis hacks para mídia conquistada, própria e paga.

Em particular, crie conteúdo curto, mantenha visual, execute uma oferta, distribua em sua lista de emails, aproveite o conteúdo gerado pelo usuário e faça anúncios pagos.

Com todas essas estratégias, você vai viralizar em pouco tempo.

Conte para mim quando você conseguir.

Quais são os seus melhores hacks de mídia conquistada, própria e paga para viralizar na Internet?

Fonte: https://neilpatel.com/br/blog/conteudo-viral/

Comentários

comentários