(32) 3061-1694

Eu sei o que você está pensando, isso não é impossível.

Porque, quanto mais conteúdo e links você tem, melhores serão seus rankings.

Embora isso seja verdadeiro, não quer dizer que marketing de conteúdo e link building sejam as únicas maneiras de melhorar seus rankings.

Independente das atualizações feitas pelo Google, eu percebi que existem algumas técnicas que sempre funcionam para melhorar seus rankings sem precisar criar conteúdo ou fazer link building.

E aí, está pronto para descobrir quais são eles?

O que o Google quer que esteja no topo dos seus rankings?

Antes de eu entrar em detalhes sobre as técnicas e táticas que podem melhorar seus rankings, eu quero primeiro ajudar a mudar o jeito como você pensa sobre SEO.

Você acha que o Google realmente se importa com SEO on-page e link building?

Claro, isso importa em certo grau, mas não é a coisa com que o Google mais se importa.

O Google quer ranquear sites que as pessoas adoram. Se eles ranqueassem sites que você odiasse, então você acabaria parando de usar o Google.

E se as pessoas pararem de usar o Google, menos delas vão clicar nos anúncios, o que significa menos dinheiro para eles.

É por isso que o Google se importa com o que você pensa e é por isso que eles vão querer ranquear os sites que você gosta.

Agora vamos mergulhar em algumas técnicas que vão fazer com que as pessoas amem seu site, o que, por sua vez, vai melhorar seus rankings.

E não se preocupe… Eu não vou te ensinar um monte de firulas, eu tenho dados para embasar tudo. 😉

Técnica #1: Otimize sua taxa de cliques

Deixa eu te perguntar o seguinte:

Se 10.000 pessoas fizessem uma busca no Google pelo termo “SEO” e clicassem no segundo resultado da lista em vez do primeiro, o que isso diria ao Google?

Diria que o segundo resultado é mais relevante que o primeiro e que o Google deveria movê-lo para a primeira posição.

Rand Fishkin fez um experimento no qual ele pediu que todos os seus seguidores do Twitter buscassem no Google o termo “melhor filé” e clicassem no primeiro resultado da lista, clicassem no botão de voltar, e depois clicassem no quarto resultado.

best grilled steak

Depois de 70 minutos, o quarto resultado pulou para a primeira posição.

best grilled steak 1

E a página inclusive passou a ranquear no topo da primeira página para o termo “filé”.

grilled steak

O ranking acabou voltando a ser como era porque as pessoas não achavam o quarto resultado realmente tão bom em comparação com alguns outros.

Ele só subiu de posição porque Rand tinha seguidores fiéis que ajudaram a fazer o Google acreditar que ele era o mais relevante (pelo menos no curto prazo).

Mas isso mostra que o Google se importa com o que você pensa. Tanto que eles ajustam os rankings em tempo real porque eles não querem mostrar páginas que você possa achar irrelevantes (independente de quantos backlinks a página tenha ou o quão bem otimizado seja o código on-page).

E o Rand não foi a única pessoa que testou essa teoria. Isso foi feito inúmeras vezes.

Você quer que as pessoas cliquem mais no seu resultado do que nos outros. Simples assim.

Se você conseguir gerar mais cliques (de maneira legítima) do que os resultados acima de você, você vai ver que seus rankings vão subir sem você precisar produzir mais conteúdo ou fazer mais link building.

Então como conseguir mais cliques?

Bom, você precisa ajustar sua title tag e meta descrição para que elas sejam mais atraentes.

Toda vez que você fizer uma busca no Google, você vai ver uma lista de resultados. E cada resultado tem um título, URL e descrição:

title description

A parte do link é o título (também conhecido como title tag), depois tem a URL (que é verde), e, por fim, a descrição (o texto preto… também conhecido como meta descrição).

Se o seu blog está hospedado no WordPress blog, você pode facilmente modificar sua title tag e meta descrição usando o plugin Yoast SEO.

Tem algumas maneiras diferentes de gerar mais cliques no seu resultado do que nos dos seus concorrentes:

  • Insira palavras-chave – as pessoas tendem a clicar em resultados que incluam a palavra-chave ou frase que elas acabaram de buscar. Veja se você está usando as palavras-chave certas no seu título e na sua descrição (eu vou falar melhor disso já, já). Isso pode parecer elementar, mas suas páginas ranqueiam para milhares de termos, qual deles você inclui na sua title tag de 60 caracteres?
  • Desperte curiosidade – títulos super atraentes tendem a gerar cliques. Por exemplo, se a palavra-chave que você está buscando é “chá verde”, um bom título seria “11 benefícios comprovados do chá verde (o nº 6 vai te deixar surpreso)”. Eu sei que pode parecer meio longo, mas funciona porque um monte de gente vai ficar se perguntando o que é o número 6.
  • Copie revistas – sempre que você vir uma revista, você vai notar que eles tem títulos e chamadas atraentes na capa. Muitos dos títulos têm a estrutura “como” ou de lista. Inspire-se em revistas.

Melhorar seus resultados de busca não é nada de outro mundo. Onde a maioria das pessoas se atrapalha é escolhendo as palavras-chave erradas ou escrevendo textos horríveis. Lembre-se, são humanos que estão lendo seus títulos e meta description, então elas precisam ser atraentes.

Se você está tendo dificuldades para escrever bons textos, leia meu guia definitivo de redação.

Agora vamos percorrer os passos exatos que você deve dar para obter mais cliques.

O primeiro deles é usar o Google Search Console.

Faça login no Google Search Console, depois clique em “Tráfego de Busca” e depois em “Métricas de Busca”:

google nav

Você vai ver uma página mais ou menos assim:

search console

Volte para o topo e clique no botão “páginas” e na caixa “CTR”:

pages nav

Você vai ver uma lista de resultados organizados pelas suas URLs mais populares e suas respectivas taxas de clique (também conhecidas como CTR):

search console ctr

Procure páginas que tenham alto tráfego, mas uma CTR menor que 5%.

Clique em qualquer um dos resultados cuja CTR seja menor que 5% e depois clique no botão “consultas”:

search console queries

Depois, você deve procurar as palavras-chave com a maior quantidade de cliques e a menor CTR.

low ctr

São essas as palavras-chave nas quais você deve focar nas suas tags de título e meta descrição.

Lembre-se, sua title tag está limitada a aproximadamente 60 caracteres, o que significa que você não vai conseguir encaixar mais de 2 ou 3 palavras-chave.

Então você deve escolher as palavras-chave que costumam ter mais cliques. Elas também devem ter uma CTR baixa, porque você selecionou páginas com uma taxa de cliques menor que 5%.

Ao ajustar sua title tag e meta descrição para incluir as palavras-chave certas e ao despertar a curiosidade alheia, você vai conseguir aumentar seus cliques. Isso vai te gerar mais tráfego de busca no curto prazo e melhorar seu rankings ao longo do tempo.

Veja 3 testes que funcionaram bem para mim quando eu ajustei minha title tag:

marketing digital

Eu percebi que eu estava recebendo bastante tráfego para o termo “marketing digital” de países fora da América do Norte em um dos meus posts.

Então eu troquei minha title tag de “digital marketing” para “marketing digital” o que levou minha CTR de 3,36% para 4,45%. Ela também aumentou meu tráfego de busca em 1.289 visitantes por mês.

social media marketing

Com a frase-chave “social media marketing”, eu ajustei minha title tag com base em uma ideia que eu tirei de uma revista. Minha CTR foi de 2,38% para 2,84%. No total, isso gerou um aumento de 932 visitantes mensais no meu tráfego.

Com a minha title tag social media marketing, eu acrescentei a frase “um guia passo a passo”.

Isso diz às pessoas que é um post sobre como fazer e é orientado à ação. Eu também adicionei a expressão “social media” algumas vezes ao longo da meta descrição.

google adwords

E com a consulta “Google AdWords,” eu percebi que o Google anunciou que eles estão mudando o nome da plataforma de anúncio deles de Google AdWords para Google Ads, então eu fiz o contrário e foquei mais no termo “Google AdWords” porque muito pouca gente sabia da mudança de nome.

Isso ajudou a gerar mais 1.355 visitantes por mês.

Também houve casos em que as mudanças que eu fiz prejudicaram meu tráfego do Google.

Então, quando você ajustar sua title tag e meta descrição, marque a data no Google Search Console e olhe novamente depois de 30 para ver se ajudou ou não.

Se não tiver ajudado, volte ao que era antes e espere mais 30 dias. Ficar sempre testando pode prejudicar seus rankings. Então, quando você tem uma variação para menos, independente de qualquer coisa, espere 30 dias pois isso vai estabilizar seus rankings.

Se a mudança tiver ajudado a melhorar seus rankings e CTR, já é um bom começo.

Agora que você já otimizou sua taxa de cliques, é hora de otimizar sua experiência do usuário.

Técnica nº 2: Mostre às pessoas o que elas querem quando elas querem

Se você voltar ao experimento acima feito pelo Rand Fishkin, você vai perceber que ele falou para as pessoas clicarem no botão “voltar”.

Você não quer que as pessoas entrem no seu site e cliquem no botão voltar… Isso vai prejudicar seus rankings.

As pessoas tendem a clicar no botão voltar quando elas não gostam do que veem. Se você puder otimizar seu site para a melhor experiência do usuário possível, será menos provável que as pessoas cliquem no botão voltar.

Eu faço isso em duas etapas simples.

A primeira é usar o Qualaroo e fazer pesquisas com as pessoas. Ao perguntar aos usuários (quando eles estão no seu site) uma simples pergunta tipo “como eu posso melhorar essa página?”, você vai ver várias ideias.

Você pode inclusive usar o Qualaroo para entender por que as pessoas estão visitando seu site, o que, por sua vez, vai te ajudar a entender qual o seu tipo de visitante. Isso vai possibilitar que você personalize sua experiência para ele.

qualaroo

Eu fiz uma pesquisa do Qualaroo sobre a página principal do meu blog. O maior feedback que eu recebi de vocês foi que era difícil encontrar o conteúdo exato que vocês estavam procurando.

E eu também sei por quê. É porque eu tenho conteúdo relacionado a marketing em todas as áreas. De e-commerce a SEO a marketing de conteúdo…

Eu resolvi testar uma coisa, que é, quando vocês entrarem na página principal, vocês podem selecionar o tipo de conteúdo que mais interessa e então todo o conteúdo subsequente vai ser personalizado.

Eu também fiz um teste no Crazy Egg para garantir que vocês gostariam da mudança. Com base no mapa de calor do Crazy Egg aqui embaixo, dá para ver que fez sucesso.

crazy egg heatmap

A taxa de abandono na página do meu blog também diminuiu 21% 🙂

Depois, eu olhei no mapa de rolagem do Crazy Egg para ver quais elementos/áreas da página receberam mais tenção. Isso me ajudou a definir onde eu deveria colocar a opção de filtro do conteúdo.

crazy egg scroll

O mapa de rolagem do Crazy Egg no meu blog mostra que a opção de filtro do conteúdo gera 70% da atenção da página.

Colocar o filtro em um lugar que recebe muita atenção garante que eu estou te dando o que você precisa em um lugar fácil de encontrar.

Depois de otimizar sua experiência do usuário, você precisa focar em construir uma marca.

Eu recomendo que você dê uma olhada nas páginas do seu site com altas taxas de abandono e pense em aplicar esse processo para melhorar a experiência do usuário. Ao selecionar as páginas, garanta que você esteja selecionando páginas com tráfego razoável. 

Técnica nº 3: Construa uma marca

Se você construir uma marca como o Facebook ou a Amazon ou qualquer site famoso, você vai melhorar seus rankings.

Eric Schmidt, ex-CEO do Google, disse uma vez:

Marcas são a solução, não o problema. É através das marcas que se separa o joio do trigo.

Eu fiz um experimento que me ajudou a construir minha marca e fez com que meu tráfego de busca chegasse às alturas (o que não era minha intenção).

Meu tráfego foi de 240.839 visitantes únicos por mês em Junho de 2016:

june traffic

Para 454.382 visitantes únicos por mês em Agosto de 2016:

august traffic

Depois que eu percebi o poder do branding, eu comecei a fazer um podcast chamado Marketing School e a postar vídeos no YouTube, Facebook e LinkedIn várias vezes por semana.

Isso me levou a gerar 40.412 consultas de marca por mês:

search console brands

Eu estou inclusive obtendo 3.806 consultas de marca por mês só no YouTube:

youtube searches

Mas, como vocês sabem, produzir conteúdo de qualidade não garante que sua marca vá crescer.

Mesmo que você desenvolva ferramentas como eu e as disponibilize gratuitamente (como eu fiz com o Ubersuggest), ainda assim não é garantia de sucesso.

Mas a única coisa que eu aprendi que funciona é a regra dos 7.

Quando alguém ouve ou vê sua mensagem 7 vezes, é mais possível que ela faça sentido, gere uma conexão, e faça com que essas pessoas voltem.

Então, como fazer com que as pessoas voltem para o seu site?

A solução mais simples que funcionou para mim foi uma ferramenta gratuita chamada Subscribers.

Ela usa notificações do navegador para fazer com que as pessoas se cadastrem no seu site. É melhor que email porque se usa o navegador, o que significa que as pessoas não precisam dar o nome ou email delas.

Então toda vez que você quiser que as pessoas voltem para o seu site, baste enviá-las uma notificação.

Veja como eu trouxe mais de 42.316 pessoas de volta para o meu site 174.281 vezes. São quase 4 vezes por pessoa.

push traffic

Com base na regra dos 7, eu só tenho mais 3 vezes sobrando. 😉

Eu uso o Subscribers enviando uma leva de notificações toda vez que eu subo um post novo.

A notificação fica mais ou menos assim:

neil test sub

E eu consigo trazer as pessoas de volta para o meu site instantaneamente:

subscribe stats

Quando você começa a usar o Subscribers, você não vai ver os resultados de imediato. Demora para construir sua base de cadastrados, mas com o tempo você verá os resultados.

Normalmente, se gera um cadastro para notificações de navegador três vezes mais rápido do que um cadastro de email.

Conclusão

Se você só focar em coisas como SEO on-page, link building ou até postar no seu blog, você não vai dominar o Google.

Claro, todas essas coisas ajudam, e você deve fazê-las, mas você deve ter o cenário mais amplo em mente. O mais importante é fazer o melhor para o usuário.

Desde criar textos atraentes para que as pessoas queiram clicar no seu link, até otimizar sua experiência do usuário, passando por construir sua marca… Você precisa ir além do básico de SEO.

SEO vem se tornando algo extremamente competitivo. Cinco anos atrás, era muito mais fácil ranquear nas primeiras posições do Google.

Se você usar as 3 técnicas abaixo, veja mais ou menos quanto tempo vai demorar para os resultados começarem a aparecer:

  • Otimizar title tags – presumindo que seus testes sejam bem-sucedidos, você pode ver pequenos resultados entre 30 e 60 dias.  Com o tempo, os resultados ficam ainda melhores.
  • Melhorar a experiência do usuário – tornar sua experiência melhor vai melhorar instantaneamente métricas como taxa de abandono, visualizações de página por visitante, tempo no site e taxa de conversão. Em relação aos rankings de busca, ajuda, sim, mas não instantaneamente. Normalmente, demora entre 4 e 6 meses para os resultados aparecerem.
  • Construção de marca – infelizmente, demora anos. Claro, ferramentas como o Subscribers vão aumentar seu tráfego instantaneamente, mas isso não vai impactar seus rankings de busca de imediato. Você não tenho outra escolha se não construir uma marca.

E aí, qual dessas técnicas você vai testar primeiro?

Fonte: https://neilpatel.com/br/blog/como-melhorar-rankings/

Comentários

comentários

Share This