(32) 3061-1694

Como você aplica o employer branding na sua empresa atualmente?

Se a sua resposta é “não aplico”, fique calmo.

O que tenho a dizer a você nesse caso é: antes tarde do que nunca.

A realidade mostra que é relativamente comum ignorar a estratégia e seu potencial, em especial em pequenas e médias empresas.

No entanto, não posso deixar de falar que negligenciar essa estratégia é um erro.

Afinal, os maiores defensores da sua marca são os colaboradores.

Em outras palavras, quero dizer que, para se ter uma boa imagem, é preciso realizar um trabalho de dentro para fora.

Justamente por formar a linha de frente na promoção de produtos e serviços, seus funcionários são responsáveis por boa parte da divulgação orgânica do que você vende.

Mas há muito mais.

Essa atividade implica diretamente na satisfação e produtividade de seus colegas, além de atrair pessoas cada vez mais qualificadas para o seu negócio.

Parece bom para você e, por isso, ficou interessado em saber mais sobre o employer branding?

Então, continue a leitura.

Neste texto, vou falar sobre esse fantástico universo que contribui diretamente para a reputação da sua empresa.

Vamos em frente?

O que é employer branding?

saiba como o employer branding funciona na prática

Employer branding pode ser traduzido livremente como “marca empregadora”.

De maneira direta, trata-se do trabalho voltado à percepção positiva de uma empresa como um bom lugar para se trabalhar.

Ou seja, diz respeito a como os funcionários se sentem em relação à organização na qual trabalham.

Em outras palavras, é o marketing exercido de maneira interna, o que significa uma nova forma de se valer da própria estratégia.

Como você deve imaginar, o marketing costuma ser utilizado principalmente para atrair clientes.

Mas se restringir a isso é uma visão bastante limitada do seu potencial.

No employer branding, por exemplo, os esforços são voltados aos colaboradores, o que traz consequências valiosas para o negócio.

Existem, inclusive, indicadores numéricos para determinar o índice de satisfação dos funcionários.

O principal deles é o eNPS (Employer Net Promoter Score), calculado por meio de pesquisas internas.

Por sua característica intrínseca, geralmente, é associado ao setor de Recursos Humanos (RH), mas muitas vezes se alia aos setores de marketing e comunicação.

Em resumo, então, posso definir o employer branding como o conjunto de técnicas que buscam fazer com que os empregados enxerguem a empresa como um bom local de trabalho.

Pode parecer algo simples, mas é recheado de significados.

Ou seja, o que não faltam são razões para você investir nessa estratégia.

Qual a importância do employer branding?

importância do employer branding nas equipes de trabalho nas empresas

Mas, afinal, qual é a importância do employer branding?

Embora exista a justificativa do efeito positivo gerado pelo boca a boca (ou buzz marketing), existem muitas outras razões pelas quais você deve aplicar essa estratégia.

A seguir, saiba quais são as principais.

Ele atrai e retém talentos

Quando você gerencia uma empresa, é natural que alguns de seus colaboradores se destaquem.

Com isso, vêm as promoções e bônus.

No entanto, acredite quando digo que dinheiro e reconhecimento não são os únicos objetivos das pessoas.

Não me entenda mal, pois esses elementos são fundamentais.

No entanto, as táticas de employer branding dizem respeito a muito mais do que isso.

Tratam, acima de tudo, de qualidade de vida e de boas condições de trabalho.

Agora, pense um pouco: o que você faria se seus principais talentos recebessem propostas de outras empresas?

É muito cômodo oferecer um aumento de salário, mas isso nem sempre é garantia de permanência.

E é por isso que criar um ambiente agradável contribui para reter as pessoas.

Assim, elas não vão definir como meta procurar outras empresas para trabalhar e, quem sabe, até irão negar as ofensivas para a sua contratação.

Ele aumenta o volume de candidaturas

Qualquer empreendedor deseja atrair candidatos qualificados para compor uma equipe de sucesso, eficiente e produtiva.

Agora, coloque-se no lugar de alguém que deseja encontrar um emprego.

Quando uma vaga é aberta em uma empresa, as pessoas podem até ser atraídas por bons salários e posições de prestígio.

No entanto, se elas souberem que a empresa apresenta condições favoráveis e valoriza o trabalho dos colaboradores, se sentirão muito mais tentadas a concorrer pelas vagas.

É por isso que, ao desenvolver o employer branding, o volume de candidaturas aumenta significativamente.

Tudo isso sem que você precise gastar um centavo com publicidade.

Nesse caso, seus próprios funcionários farão o trabalho de divulgação.

Não é um excelente motivo para pensar a respeito?

Ele reduz o custo de recrutamento

Recrutar bons candidatos para a sua empresa não é uma tarefa fácil.

É preciso divulgar as vagas e, ainda assim, nem sempre é simples encontrar pessoas qualificadas para a posição aberta.

Isso inclui o processo seletivo.

Quando você não possui uma boa ótica do empregador, candidatos menos qualificados podem até tentar seu lugar ao sol.

Mas as pessoas que realmente podem fazer diferença talvez nem se apresentem.

Nesse sentido, o employer branding reduz os custos de recrutamento, já que as etapas filtram os candidatos para que a decisão correta seja tomada.

Ele aumenta a produtividade dos colaboradores

Pessoas satisfeitas apresentam melhor performance.

Disso ninguém duvida.

Quando você propicia um ambiente de trabalho que estimule o desenvolvimento, os indicadores de produtividade tendem a crescer.

Ou você já viu alguém render mais no trabalho por estar chateado com as condições oferecidas?

Ele aumenta o número de indicações

Com um bom trabalho de employer branding, seus colaboradores se sentirão à vontade para indicar outras pessoas.

Isso é ótimo, já que pessoas confiáveis e com proximidade com atuais funcionários têm o diferencial da comprovação.

Ele aumenta as vendas

Foi-se o tempo em que empresas eram apenas fornecedores de produtos e serviços.

Hoje em dia, os clientes se preocupam com os ideais e valores das companhias.

Por isso, o employer branding tem impacto direto nas vendas.

Ao saberem que os funcionários são bem-tratados, os consumidores se sentem inclinados a favorecer essas organizações.

Leve isso a sério, ainda mais em tempos nos quais as redes sociais mandam.

Quais são as melhores estratégias de employer branding?

melhores estratpegias de employer branding para sua empresa

O employer branding não é desenvolvido da noite para o dia.

Para chegar a uma percepção positiva, é necessário um trabalho contínuo.

A seguir, saiba quais são as principais estratégias desenvolvidas em sua implementação.

Planejamento

Assim como em estratégias de marketing tradicionais, o employer branding exige planejamento.

Ou seja, necessita de um plano de ações calculado, com prazo e objetivos bem definidos.

Assim, depois do período determinado, é realizada uma análise das ações, sendo mantidas aquelas que funcionaram e ajustadas aquelas que não corresponderam às expectativas.

Foco

Para realizar um bom trabalho de employer branding, é necessário segmentar o público interno.

E um ótimo meio para focar as atividades é por meio das pesquisas internas.

Dessa maneira, você deve realizar ajustes de acordo com as principais insatisfações de cada setor ou até mesmo individualmente.

Experiências

A vida é feita de experiências.

Dentro de uma companhia, não é diferente.

Proporcionar bons momentos, desenvolvimento pessoal e profissional é fundamental no employer branding.

Isso pode ser conquistado por diferentes vias.

Condições de trabalho ideais, equipamento condizente às necessidades do cargo, eventos, festas, reuniões, palestras, comemorações, adaptações personalizadas.

Tudo isso é valioso na hora de criar uma imagem positiva na mente do colaborador.

Como utilizar o marketing de conteúdo para fortalecer o employer branding?

uso do markeitng de conteudo ´para fortalecimento do employer branding

Existem diversas maneiras para aliar o marketing de conteúdo e o employer branding.

A primeira consiste na criação de conteúdo para o público interno.

Esse tipo de ação multiplica o engajamento interno e aproxima colaboradores e empresa.

Outro recurso muito valioso diz respeito ao compartilhamento dos próprios funcionários em suas mídias sociais.

Quando as pessoas estão satisfeitas com o local de trabalho, tendem a compartilhar em seus próprios perfis os conteúdos corporativos.

Isso, por si só, é um grande primeiro passo para atingir outros objetivos de marketing.

Aliás, as redes sociais são também ótimos medidores de impacto.

Ao monitrá-las, você poderá observar o que as pessoas pensam sobre a sua marca.

No entanto, existem ainda outras táticas que podem ser aplicadas em conjunto a essas ações.

Saiba quais são elas abaixo.

Employer lifecycle e persona do candidato

O employer lifecycle é o ciclo de vida de cada empregado.

Ou seja, uma métrica que avalia o tempo médio de permanência do colaborador na empresa.

Aqui, quanto maior, melhor, já que há redução de custos.

Outra característica que pode ser exportada do marketing de conteúdo é o conceito de persona.

Ao desenvolver um personagem fictício que represente o seu candidato ideal, o processo de filtragem se torna mais eficiente.

Employment Value Proposition – EVP

Outro importante indicador é o EVP (Employer Value Proposition), ou proposta de valor ao colaborador.

Ele trata do conjunto de benefícios que são oferecidos ao funcionário da empresa, o que inclui salário, plano de carreira, ambiente de trabalho, entre outros.

Pode ser calculado de diferentes formas e apresenta um panorama do quanto as pessoas desejam trabalhar na empresa.

Como aplicar o employer branding de forma rápida e prática? [Passo a passo]

aplicação rápida e fácil do employer branding nas empresas

Agora, você deve estar se perguntando como aplicar o employer branding em sua companhia, não é mesmo?

Nesse caso, acompanhe a seguir um passo a passo para colocar todo esse aprendizado em prática.

Crie uma cultura própria

A cultura da empresa é desenvolvida por meio de um documento que revela os principais valores.

Esse material nos permite atrair pessoas que tenham ideias alinhadas com o negócio, o que aumenta as taxas de retenção e produtividade dos colaboradores.

Crie advogados da sua marca

Ao aplicar o employer branding, seus colaboradores se tornam advogados da marca.

Com isso, há uma divulgação natural da empresa, que é convertida em vendas e atração de talentos.

Um círculo virtuoso, portanto.

Trate os candidatos como consumidores

O processo de recrutamento é vital para o bom desenvolvimento do negócio.

Por isso, vale a pena tratar os candidatos como você trata os próprios clientes.

Existem, inclusive, empresas que utilizam o inbound marketing para se aproximar dos melhores talentos.

Use técnicas de storytelling

A arte de contar histórias pode ser utilizada como aliada na hora de exercer o employer branding.

Aqui podemos utilizar histórias reais de seus colaboradores, que são convertidas em materiais que divulguem a força e o impacto da empresa em suas vidas.

Promova a comunicação interna da empresa

É preciso reconhecer que a comunicação interna é, muitas vezes, negligenciada no mundo corporativo.

No entanto, ela é extremamente importante.

Não seja mais um a cair nessa armadilha: desenvolva ações que possam educar, nutrir e engajar os colaboradores para colher resultados permanentes.

Crie um plano de carreira

Quando alguém entra em uma empresa, não deseja ficar estagnado por muito tempo.

Por isso, por meio de metas e objetivos, é recomendada a criação de planos de carreira que estimulem o desenvolvimento.

Divulgue nas redes sociais de carreiras

O trabalho de employer branding nas redes sociais é muito importante.

É um meio de mostrar ao mundo que você se importa com seus colaboradores.

Um dos grandes destaques é o LinkedIn, que é uma plataforma muito mais voltada ao setor profissional, com conteúdos de valor, divulgação de marcas e vagas de emprego.

Divulgue no seu site

As notícias de eventos corporativos, destaques profissionais e outros materiais relacionados aos colaboradores devem ser divulgados em seu blog ou site.

Afinal, esse é um dos principais meios de mostrar o funcionamento interno da empresa ao mundo.

Participe de feiras de talentos

As feiras de talentos são ótimas oportunidades para encontrar potenciais colaboradores para o seu negócio.

Com a participação da sua empresa nesses eventos, há grandes chances de trabalhar também o potencial da sua marca como empregador.

Como medir o ROI do employer branding

cálculo do retorno sobre investimento nas empresas que implementam o emplyer branding

Existem alguns meios para calcular o Retorno Sobre o Investimento (ROI) do employer branding.

Normalmente, o caminho mais utilizado é o comparativo de ações individuais.

Por exemplo, vamos supor que, no mês de janeiro, você realize um processo de seleção de candidatos.

Assim, são calculados os gastos até encontrar o candidato ideal.

No mês seguinte, você aplica novas estratégias e novamente avalia os resultados.

Feito isso, coloque os números no papel.

A diferença entre os valores investidos e o economizado deve ser positiva para que o retorno seja válido.

De maneira similar, podemos usar a mesma lógica para retenção de talentos, muito embora seja aplicada em um prazo maior.

Dicas para fortalecer a marca empregadora

Para fortalecer a marca empregadora, existem algumas táticas bastante utilizadas.

Na sequência, conheça algumas delas.

Trabalhar sempre a visão e missão do onboarding

O onboarding é o processo de apresentação da empresa para novos recrutas.

É nesse momento que você deve demonstrar todo o valor da sua empresa para os iniciantes.

Pesquisas de feedback

As pesquisas internas são traduzidas em dados valiosos para o employer branding.

Por isso, devem ser realizadas com frequência.

Transparência

Não tenha medo de errar.

As pessoas valorizam a transparência e enxergam valor quando a empresa admite suas falhas.

Portanto, jogue aberto com seus colaboradores.

Exemplos e cases de sucesso de Employer Branding

nubank como exemplo de case de sucesso na implementação de employer branding

Se você procura inspiração com exemplos de sucesso da prática de employer branding, o que tenho a recomendar a você é que observe rankings com as melhores empresas para trabalhar.

Periodicamente, um novo estudo do tipo é lançado.

A partir dele, você pode buscar mais informações para avaliar o que as empresas que se destacam nas listas têm em comum.

Veja, por exemplo, o ranking da Glassdoor, que se baseou justamente no depoimento de funcionários.

Curiosamente, embora destaque as melhores empresas no Brasil, só três integrantes do top 10 são brasileiras de fato: Banco BV, Eurofarma e Nubank.

Veja a lista:

  1. SAP
  2. ThoughtWorks
  3. Google
  4. Takeda Pharmaceuticals
  5. Banco BV (Votorantim)
  6. MetLife
  7. Bain & Company
  8. Eurofarma
  9. McKinsey & Company
  10. Nubank.

Conclusão

Acredito que não reste dúvidas de que o employer branding tem muito a acrescentar para o seu negócio, não é mesmo?

Ao longo deste texto, procurei apresentar a você o quanto essa estratégia pode ser valiosa para empresas de todos os portes e segmentos de mercado.

Você conferiu informações sobre o conceito e sua importância, também sobre as principais ações empregadas, sua relação com o marketing e dicas de como aplicar o employer branding em seu negócio.

Fonte: https://neilpatel.com/br/blog/employer-branding/

Comentários

comentários

Share This