(32) 3061-1694

Você gostaria de dominar o Facebook Ads e transformar a realidade dos seus anúncios e da sua empresa?

Não adianta tentar provar o contrário: o Facebook é a maior rede social do mundo.

Vejo empresários dizendo que investir na plataforma é perda de tempo e dinheiro, e fico me perguntando de onde é que eles tiram essas ideias.

Toda estratégia de marketing digital, mais cedo ou mais tarde, vai chegar ao Facebook Ads. É o caminho natural.

E, certamente, esse caminho não chega até ele por mero acaso.

O número de empresas que investem no Facebook Ads é crescente e talvez o argumento desses empresários seja o de que muitas empresas não têm um bom retorno.

E se você me perguntar o motivo disso, eu vou responder de maneira direta e sincera.

“Então, Neil, por que é que muitas empresas investem no Facebook Ads e não conseguem obter um bom retorno?”

Qualidade dos anúncios.

Isso mesmo, não adianta tentar ser mais simpático.

Muitas empresas não conseguem um ROI mais satisfatório porque não se preocupam em trabalhar assiduamente em seus anúncios.

Fazem anúncios sem prestar atenção a detalhes importantes, apenas para colocar a empresa na rede, sem sequer oferecer algo além disso.

Trabalhar com marketing não é uma tarefa fácil, então eu sempre aconselho a consumir material de qualidade – disponíveis na internet – para entender sobre tudo o que puder.

Ou ao menos, sobre tudo o que vai fazer diferença nos resultados da sua empresa.

E se quer mesmo conhecer técnicas que farão toda a diferença nos seus resultados, não deixe de ler também estes artigos:

No meu blog, você encontra muita coisa boa para aprender a trabalhar da melhor maneira todas as técnicas para que sua empresa decole.

Então nada de preguiça, reserve um tempo do seu dia para estudar e coloque em prática tudo o que você ler.

Posso garantir que seus resultados começarão a melhorar.

Neste artigo sobre o facebook ads, por exemplo, você vai encontrar:

  • O Que é o Facebook Ads? Definição
  • Tipos de Facebook Advertising
  • Como Anunciar no Facebook Ads: Como Funciona a Configuração da Sua Primeira Campanha
  • Otimizando a Sua Campanha
  • Aumente Seu Alcance Com Públicos Personalizados
  • Exemplos de Anúncios Bem Sucedidos
  • Dicas Para o Gerenciamento dos Anúncios
  • Principais Termos Referentes aos Anúncios no Facebook

Boa leitura!

O Que é o Facebook Ads? Definição

 

O Facebook Ads é o sistema de mídia paga do Facebook que tem como sua principal característica a extensa variedade de formatos de anúncios possíveis.

Também possibilita diferentes opções de segmentação para as empresas ou pessoas que utilizam os seus serviços.

Essa característica também otimiza o número de conversões, visto que você pode trabalhar com diferentes anúncios para diferentes públicos.

O alcance do Facebook é inegável. No Brasil, por exemplo, quase metade da população utiliza a plataforma mensalmente.

Para que a ideia seja trabalhada de maneira mais ampla, vamos colocar isso em números.

Segundo o IBGE, hoje o país conta com 207 milhões de habitantes.

As informações contidas na própria página do Facebook dizem que são 102 milhões de brasileiros navegando na rede social.

Desse total de usuários, 93 milhões estão acessando a plataforma através de smartphones.

E por que estou dizendo isso tudo a você? Isso mesmo: Marketing digital.

Todo tipo de informação vale ouro no marketing digital, sobretudo os locais onde existem as maiores concentrações de pessoas.

Por se tratar de uma plataforma tão abrangente, só podemos concluir uma coisa: seu público está no Facebook.

Então utilizar os recursos do Facebook Ads parece ser uma das estratégias mais certas, não concorda?

Atualmente, a rede social conta com 3 milhões de anunciantes ao redor do mundo, então a melhor sugestão que posso dar é que você comece a anunciar hoje mesmo.

Você vai ter a possibilidade de desenvolver o melhor tipo de anúncio para trabalhar com as ideias que sua marca gostaria de passar.

E, ainda, o anúncio poderá contar com mais informações além de textos, e esse detalhe também auxilia no aumento do número de conversões.

Isso porque o anúncio em diferentes formatos, pode impactar pessoas com características diferentes.

De qualquer maneira, você poderá escolher o público ideal para o anúncio que pretende criar.

Vamos entender melhor como a ferramenta trabalha.

Como Funciona a Publicidade no Facebook

O primeiro motivo pelo qual gestores escolhem a publicidade da rede social, é a quantidade de pessoas que podem ter acesso aos anúncios.

E claro que esse aumento é sinônimo de otimização nas conversões. Também é fato que o aumento da interação vai acontecer.

Mas para que o engajamento seja algo certo, é preciso saber como trabalhar sua campanha da maneira correta.

Para que ela seja funcional, antes de qualquer outro passo, é preciso saber qual o objetivo, público-alvo e o investimento.

Essas características já vão moldar os caminhos que a campanha deverá percorrer.

Também tenha em mente que tipo de imagem quer passar nos anúncios. De maneira geral, o anúncio precisa resumir toda a ideia.

Identificar os pontos estratégicos da campanha é um dos principais fatores para evitar gastos desnecessários.

Como falei acima, existem diversos formatos de anúncios e a estratégia mais utilizada no momento é a captação de leads através de formulários.

Essa publicidade poderá ser posicionada no lado direito da tela ou no próprio feed de notícias.

A segmentação pode ser trabalhada de diversas maneiras através dos interesses, tipos de tecnologia, datas de nascimento e até mesmo o fim de um relacionamento.

Para que as anúncios chamem a atenção, é importante investir, em um primeiro momento, em duas características:

Procure utilizar palavras-chave objetivas e, se possível, ofereça algum tipo de vantagem para a apresentação daquela publicidade, como descontos e ofertas.

E nunca esqueça de colocar um call-to-action. As pessoa não costumam tomar atitudes se você não direcioná-las para isso.

Alguns dos call-to-actions mais utilizados são:

  • Clique para saber mais;
  • Confira essas dicas;
  • Descubra como, entre outros;

Potencializar as estratégias com o auxílio das mídias sociais é sinal de progresso, mas trabalhe essas características da maneira correta.

Importância dos Anúncios do Facebook na Sua Estratégia Digital

O varejista John Wanamaker disse:

“Metade do dinheiro que gasto com publicidade é desperdiçado. O problema é que não sei qual metade”.

Essa frase foi dita em sua época, algo entre 1838 e 1922, na Filadélfia.

A verdade é que hoje em dia gestores ganharam aliados que permitem que os mesmos acompanhem suas campanhas em “tempo real”, alterando detalhes para melhores resultados.

A publicidade agora é mensurável. Testes A/B, por exemplo, são uma excelente maneira de acompanhar o impacto do anúncio sobre o público.

Brian Boland disse: “A mídia paga no Facebook permite que anunciantes alcancem mais pessoas e com muito mais precisão do que o conteúdo orgânico”.

E é exatamente isso, pois o declínio dos resultados orgânicos oferecidos pela plataforma tem feito com que o número de empresas que utilizam o Facebook Ads só aumente.

Ah sim, Brian Boland é o vice-presidente de marketing de produto do Facebook.

Entre os benefícios de se investir no Facebook Ads, estão:

  • Crescimento no número de fãs da sua marca;
  • Criação e/ou ampliação da sua lista de contatos;
  • Aumento do tráfego em sua página pessoal ou na página da empresa;
  • Venda de produtos e serviços;
  • Fazer com que seu conteúdo alcance um número maior de pessoas;

Para embasar ainda mais essa minha opinião sobre a importância dos anúncios do Facebook Ads para a sua estratégia digital, vamos imaginar uma situação hipotética.

Vamos comparar essa ideia com a publicidade tradicional.

Tradicionalmente, um dos trabalhos a ser feito para anunciar sua nova campanha, entre outras opções, seria distribuir panfletos nas ruas ou em locais estratégicos.

Você procura por uma empresa de confiança para a criação dos panfletos e encomenda um determinado número dos mesmos.

Então é preciso pagar para que uma pessoa ou equipe faça a distribuição do material.

Quanto você terá gasto ao fim desse processo? E outros detalhes ainda precisam ser levados em consideração quando se compara esse modelo com a publicidadeatual.

Há menos que esteja vigiando, não terá como saber se os panfletos foram entregues corretamente.

Se foram entregues, você não tem a menor ideia se os panfletos chegaram nas mãos do público que seria o ideal para a sua empresa.

E ainda não terá a menor possibilidade de saber como as pessoas estão recebendo seu anúncio, tendo sido então um investimento sem garantias de retorno.

Já no Facebook Ads, você pode acompanhar todas essas variáveis, o que torna o retorno muito mais satisfatório do que o do primeiro exemplo.

Será que ainda existem dúvidas acerca da importância dos anúncios no Facebook Ads?

Tipos de Facebook Advertising

Como eu destaquei aqui no artigo, uma das grandes vantagens do Facebook Ads é a diversidade de publicidade que a plataforma permite ao serviço ou produto anunciado.

Essa característica garante que a campanha atinja diferentes públicos, seguindo as preferências de cada um e disponibilizando a melhor experiência.

O ideal é que você entenda como funciona a publicidade no Facebook Ads, para saber exatamente como trabalhar com a mesma.

Afinal, não tem como definir objetivos de marketing sem algum tipo de consistência.

A opção será selecionada aqui:

 

Quanto a alcançar objetivos, um road map pode ser uma boa solução. Mas para extrair os melhores resultados da publicidade, é fundamental conhecer cada um deles.

E as opções que vou falar abaixo, devem ser selecionadas na página quando você for criar os anúncios, como essa que mostrei agora.

Pode observar que ela contém todas as opções que vamos conhecer.

Então você deverá clicar e seguir o passo a passo para disponibilizar sua campanha já programada corretamente.

Instalação de Apps

Como em todas as outras opções, você deverá selecionar a opção que tem a ver com o objetivo da sua campanha, nesse caso, deverá selecionar “instalações do aplicativo”.

Então cole o link do aplicativo na loja, levando em consideração a plataforma utilizada, como iOS ou Android.

No próximo passo, você deverá definir o público-alvo.

Será possível segmentar alguns itens, e entre eles vai encontrar:

  • Plataforma de aplicativos;
  • Tipo de conexões (todas ou apenas wi-fi);
  • Localização;
  • Idade;
  • Gênero;
  • Interesses;
  • Idioma;
  • Comportamento;

Brand Awareness

Em julho de 2016, o Facebook Ads passou a disponibilizar as campanhas de Brand Awareness ou Reconhecimento da Marca.

Essa tática auxilia a empresa a atingir aquele público que provavelmente vai assimilar melhor o anúncio e guardá-lo na memória.

Nem preciso dizer que essa estratégia dá um grande auxílio para a campanha, certo?

O passo a passo seguirá também por informações sobre público-alvo.

Segundo o próprio Facebook:

“A otimização da Brand Awareness do Facebook é feita para ajudar os anunciantes a encontrarem os públicos que mais provavelmente se lembrarão dos seus anúncios. Quanto mais vezes alguém vê um anúncio, maiores são as chances dele ser relembrado”.

Como você pode imaginar, a ideia aqui é o reconhecimento do público quando visualizar a sua marca, o que não significa exatamente um aumento no número de conversões.

Ele também possibilita que o anúncio seja visualizado diversas vezes pelo possível cliente em determinados intervalos de tempo, tudo variando de acordo com as estratégias de cada um.

Quando não houver um intervalo de tempo predeterminado, a pessoa não vai visualizar a campanha, evitando a fadiga com a postagem.

O reconhecimento da marca é uma estratégia incrível que, se conquistada, levará a empresa a atingir um novo nível.

Por exemplo, você reconhece essa marca, certo?

 

Conversões

Aqui você vai precisar de um conhecimento um pouco mais aprofundado sobre o Facebook Ads.

Essa opção vai analisar o índice de conversão do seu anúncio em métricas mais sólidas do que a maior parte das outras opções.

Você vai adicionar um pixel do Facebook na página de confirmação da compra, por exemplo, com o objetivo de quantificar o número de pessoas que chegaram a efetuar a compra.

Esse número poderá ser comparado com o número de pessoas que clicaram no anúncio para saber o quanto ele está convertendo.

Assim como a opção “tráfego”, aqui você poderá:

  • Promover uma página de produto ou serviço e incentivar a conversão;
  • Promover o download de um aplicativo e captar leads;
  • Aumentar o tráfego da página da sua empresa;

Engajamento

O engajamento é, sem dúvida, uma das principais métricas do Facebook Ads.

Naquela imagem, essa opção é “envolvimento”.

Você vai escolher entre “envolvimento com a publicação”, “curtidas na página” e “participações no evento”.

Na opção “envolvimento com a publicação”, você ainda vai encontrar a opção “impulsionar publicações” através do Gerenciador de Anúncios.

E ainda é possível impulsionar publicações clicando no botão no canto inferior direito de um post, mas você vai precisar ter as permissões necessárias.

Aqui certamente é uma ótima oportunidade para promover uma postagem que você gostaria de aumentar o número de curtidas ou compartilhamentos, entre outros.

Na opção “curtidas na página”, os anúncios têm como objetivo promover a página da corporação.

Adicione uma imagem e uma breve descrição sobre a página, e automaticamente o Facebook vai adicionar um botão “curtir páginas”, promovendo as curtidas.

Mas acho importante dizer que o número de curtidas em uma página não significa que a mesma conte com um público engajado.

E a opção “participações no evento” deve ser utilizada para promover eventos através de anúncios.

A vantagem é que toda a atualização feita no evento aparecerá nas atualizações de todos que comunicaram a participação no evento.

Mas ainda existem alguns pontos que devem ser utilizados em todos os anúncios para gerar engajamento.

Essa métrica vai apontar se o público está se interessando pelo conteúdo que você está oferecendo e também possibilita encontrar pontos fracos, através de testes A/Be otimizá-los.

Conteúdos bem aceitos são mais comentados e compartilhados.

A maneira como a plataforma trabalha é completa, então tais atitudes elevam as visualizações e, dessa forma, derruba os limites do alcance da marca.

Por isso afirmo que o engajamento é uma das atitudes mais importantes, aquela que você deve mesmo se empenhar em aumentar os resultados.

Para conseguir aumentar esse engajamento, alguns gatilhos mentais podem ser utilizados, e entre eles, separei cinco para passar para você:

1 – Perguntas

Existe um desenho chamado “Dora, a Aventureira” (Dora the Explorer, no original) e que conseguiu conquistar crianças de diversos países com suas aventuras.

O formato foi trabalhado justamente para que exista interação da personagem com o seu público.

E essa interação é conquistada através delas mesmas: Perguntas.

Ela faz perguntas durante o episódio e o público sente-se motivado a responder aos questionamentos.

Isso porque quando uma pessoa se depara com uma pergunta, instantaneamente existe a necessidade de responder. Somos assim.

Então, se bem trabalhadas, as perguntas podem ser um excelente gancho para engajar o público.

Ao menos, a simpática garotinha dos desenhos consegue engajar muito bem seu público.

2 – Promoções

concorrência aumentou e, junto com ela, a exigência do público.

A briga sadia para conquistar cada vez mais clientes abriu a porta para o centro de toda a publicidade: O cliente.

E sendo ele o foco principal de toda campanha, talvez uma das melhores maneiras de engajá-lo seja agradando-o.

E não adianta, quando se fala em agradar o cliente, uma das primeiras ideias que vêm à cabeça são as promoções.

Quem é que não gosta de uma promoção?

Ofereça brindes, descontos, cupons e tudo o que disponibilizar uma vantagem se a marca for consumida.

Essa é uma maneira bem eficaz de engajar o público.

3 – Frases

Quantas pessoas aparecem no feed do Facebook compartilhando frases?

Sim, impossível contar.

As frases são conteúdos altamente compartilháveis, até porque muitas vezes as pessoas entram na rede social apenas para “dar uma olhada”.

Dessa maneira, não se prendem aos conteúdos longos.

Uma maneira que empresas encontraram de despertar a atenção do público, é utilizando frases de pessoas famosas que tenham relação com os valores da empresa.

Ou ao produto ou serviço que está sendo oferecido.

Dessa maneira, coloque-se no lugar do seu público e imagine que frases eles querem ler?

Essa pergunta vai levar a empresa a trabalhar sua campanha de forma mais compartilhável.

4 – Pessoas

As pessoas gostam de sentir que possuem valor para a empresa, e fazê-las se sentirem representadas é uma das maneiras de engajar essas pessoas.

Postagens que levam visibilidade aos clientes costumam ter sucesso.

Dessa maneira, incentive o público a enviar fotos utilizando o serviço ou produto, ou até mesmo fotos de seu cotidiano, e crie o hábito de compartilhar esse conteúdo.

Além da satisfação gerada para seus clientes, a humanização da marca ficará em evidência.

5 – Bastidores

Se uma pessoa decide interagir com a página de uma empresa no Facebook, ela certamente está interessada em saber mais a respeito da empresa.

E é justamente aí que você tem a chance de oferecer um conteúdo que vai além do normal, mostrando os bastidores da sua empresa para o público.

Não precisa divulgar informações particulares ou imagens constrangedoras, mas é muito legal mostrar ao público que a empresa é feita por pessoas.

Essa é uma das melhores maneiras de engajar o público: Mostrar que a empresa, assim como ele, conta com pessoas que possuem características próprias.

Geração de Leads

Vamos relembrar a imagem, para indicar a opção para anúncios que terão como objetivo gerar leads.

 

A ideia dessa opção é fazer com que o lead interaja com o anúncio sem sair da plataforma.

O mais comum é clicar em um banner e ser redirecionado para uma landing pagefora da plataforma para preencher algum cadastro, e isso pode ser frustrante.

O cadastro nesta opção, além de não ter que ser preenchido fora dos domínios da plataforma, ainda vem preenchido com algumas informações públicas contidas na página pessoal do lead.

Facilita também para quem acessa a rede via mobile, onde ficar preenchendo cadastros pode ser menos agradável.

Entre suas principais vantagens, estão:

  • Exatidão nos números dos relatórios do Facebook;
  • Melhor experiência para o cliente;
  • Possibilidade de personalizar campos;
  • Integração com outros softwares;

Para configurar a sua campanha de geração de leads, após clicar na opção demonstrada na imagem acima, você vai encontrar as opções “leads” e “clique no link”.

Opte pela primeira opção.

Você também vai encontrar a opção para criar um formulário ou utilizar um já existente.

Escolha entre os dois e então clique em “avançar”.

Então escolha um nome para o seu formulário e não esqueça de selecionar a opção em português.

Existem opções mais avançadas que exigirão um conhecimento maior sobre a plataforma, como por exemplo, marcar a opção “Editar IDs”.

Essa atitude vai permitir integração com outras ferramentas que contenham algum CRM.

E clicando novamente em “avançar”, você vai ter a oportunidade de trabalhar na criação de um cartão de agradecimento pela conversão realizada pelo lead.

Ele será útil para dar informações mais detalhadas sobre o serviço ou produto adquirido.

Ele pode conter um título, imagem e um breve texto explicativo.

Essa é uma maneira muito eficiente de atrair a atenção do público para a marca e ainda coletar informações importantes.

Vendas

Você deverá selecionar a opção “vendas do catálogo” para habilitar essa modalidade na sua campanha no Facebook.

Após passar pelo passo a passo que cada opção exige, informando o que você já sabe – sobre público-alvo, entre outras informações – você poderá registrar uma espécie de catálogo.

Esse catálogo vai armazenar todas as informações sobre cada produto que você gostaria de anunciar na rede.

Então os anúncios vão mostrar automaticamente estes itens, levando em consideração o perfil do público escolhido.

Um exemplo de empresa que utiliza essa opção é a Wish.

A empresa utiliza o feed de notícias para anunciar seus produtos, levando em consideração as características de cada público.

Tráfego

Como você deve imaginar, o foco desse anúncio é aumentar o número de visitasem determinada página.

Gerar tráfego vai exigir – além do passo a passo que já vimos nos outros tópicos – que seja oferecido um conteúdo relevante para o público.

Defina alguns pontos da campanha. Eu diria que os principais são:

  • Objetivo;
  • Identificar o melhor sistema para realizar testes;
  • Recolher informações sobre a audiência;
  • Redirecionamento;
  • Gerenciar os anúncios;
  • Melhor local para exibição dos anúncios;
  • Trabalhar com criatividade;
  • Criar uma landing page com alto potencial de conversão;

Não esqueça que a ideia é levar o visitante a conhecer sua marca através de seu blog ou site, então não venda nada diretamente.

Venda o valor da marca, a ideia que ela trabalhar, os resultados que ela oferece, entre tantas outras opções que se tem para fazer vendas nas redes sociais de maneira indireta.

Encontre um denominador comum entre anúncio e página de destino atraentes, pois é péssimo ser redirecionado para uma página que não tem absolutamente nada a ver com o anúncio.

Como Anunciar no Facebook Ads: Como Funciona a Configuração da Sua Primeira Campanha

Agora que você já tem conhecimento de todos os bastidores da criação da campanha no Facebook Ads, é hora de dar início ao projeto.

Lembre-se de preencher com atenção todas as informações que vão fazer a diferença no alcance dos anúncios.

Antes de começar a trabalhar, leve em conta que a plataforma é extremamente visual.

Pense em como vai ficar a apresentação e quais detalhes serão necessários para chegar a esse resultado.

Abuse das oportunidades que a ferramenta oferece, como a variedade de formatos e até mesmo a possibilidade da utilização de vídeos.

Mas para que você não se sinta perdido na criação do seu anúncio, eu vou detalhar o trabalho para você.

São sete passos que, se seguidos cuidadosamente, levarão seu anúncio hoje mesmo para a rede social.

Vamos conhecê-los?

#1 Estabeleça Objetivos

Há pouco tempo era necessário investir um bom dinheiro para disponibilizar anúncios para o público.

A publicidade tradicional ainda é muito utilizada, sem dúvida. Mas para muitas empresas, as campanhas nas redes sociais são a melhor opção.

Elas permitem um investimento relativamente baixo e um alcance muito satisfatório.

Mas para que isso seja possível, é preciso estabelecer os objetivos.

O que está buscando com o anúncio? Quanto pretende investir para atingi-lo? Quem é o público? Em quanto tempo pretende alcançar o resultado almejado?

Essas são algumas perguntas que, se respondidas conscientemente, já servirão para nortear sua campanha.

#2 Conheça Bem o Facebook Ads Manager

Esse é o gerenciador oferecido pela plataforma e, consequentemente, o mais utilizado no mundo todo.

Ele é utilizado para controlar diferentes modalidades de anúncios, como curtidas na página ou conversões, por exemplo.

Com o Facebook Ads Manager, você terá acesso às ferramentas necessárias para a criação de anúncios bem segmentados, levando em consideração as características do seu público.

Mesmo sendo conhecida por ser a mais básica das ferramentas de publicidade no Facebook, o gerenciador pode surpreender até mesmo os mais exigentes.

Como todas as outras opções que a plataforma oferece, essa também é bem simplificada e seu anúncio poderá estar no ar após seguir estes cinco passos:

  • Criar uma fanpage na plataforma ou utilizar uma que já possua;
  • Escolher o tipo de anúncio mais fiel aos objetivos da campanha;
  • Definir o público ideal e qual o valor que deseja investir;
  • Abusar da criatividade, selecionando fotos, títulos e textos que chamem a atenção;
  • Acompanhar os resultados;

O gerenciador é de fácil manuseio (até mesmo com suas constantes mudanças) e poucos minutos serão necessários para a criação da campanha.

Também não exige que nenhum tipo de software seja baixado e é gratuito.

Além disso, o gerenciador ainda conta com uma versão para os smartphones.

Um aplicativo que pode ser utilizado com facilidade e é perfeito para pessoas que trabalham mais com as versões mobiles do que com computadores.

Neste caso será necessário baixar um aplicativo, mas ele pode ser integrado com a versão desktop.

E tem como sua principal vantagem, a praticidade da mobilidade.

#3 Defina a Sua Meta

Você vai precisar dizer à plataforma o que está esperando como resultado quando estiver criando sua campanha.

Então pense qual meta será mais relevante para sua empresa.

Podem ser curtidas na página, conversões, aumentar o tráfego, baixar um aplicativo (…)

Como você já acompanhou a explicação sobre essas opções, fica mais fácil definir a melhor para a sua estratégia.

Escolha com atenção.

Chame a Atenção do Seu Possível Cliente

Vamos imaginar que o seu objetivo é vender o seu serviço ou produto.

Para chamar a atenção do seu possível cliente, sob hipótese alguma foque na venda direta.

A ideia aqui não é essa, mas sim reunir uma quantidade satisfatória de contatos para que o projeto possa ser levado adiante.

Elabore um bom discurso sobre os benefícios conquistados com a sua marca e deixe que a mensagem chegue a eles.

Certamente, se definiu o público-alvo corretamente, o anúncio vai chamar a atenção.

Faça Ele Considerar a Compra do Seu Produto / Serviço

Você já definiu a sua persona?

Persona é aquele personagem que define exatamente o público.

Você sabe quem é e, dessa maneira, sabe exatamente o que ele quer, então ofereça as soluções para ele.

Para conseguir oferecer algo da melhor maneira possível, coloque-se no lugar do possível cliente e sinta as suas dores.

Então imagine como gostaria de solucionar o problema e qual o produto ou serviço seriam eficientes para isso.

Depois molde o seu discurso de vendas em cima disso.

Aumente a Conversão Final do Seu Funil

O final do funil conta com leads já educados quanto à marca.

O interessante é ter conhecimento daqueles que têm potencial para consumir sua marca e saber que essa etapa também pode (e deve) ser otimizada.

São três pilares que você deve focar para aumentar as conversões no final do funil de vendas:

  • Qualificação;
  • Entrega dos leads;
  • Abordagem;

Vamos entender um pouco mais sobre elas.

Qualificação

Esse processo você já compreendeu, certo?

Você vai qualificar os leads para que possa ter uma lista de contatos com informações sobre aqueles que potencialmente vão realizar a compra.

Essa etapa é importante pois possibilita que a empresa trabalhe separadamente com os grupos após a qualificação.

Essa atitude é o que garante maiores chances de vendas.

Em cada etapa, os grupo serão trabalhados da maneira que melhor atender às suas necessidades.

Entrega dos leads

Aqui você vai entregar os leads para o setor de vendas.

Tenha em mãos todas as informações que foram passadas para ele.

No caso dos clientes já existentes da marca, é interessante manter dados importantes sobre eles que deverão ser utilizados como um “histórico”.

Personalizar o atendimento é uma das melhores estratégias de vendas da atualidade.

E claro, saber qual foi o motivo que levou o lead até a sua empresa.

Abordagem

A melhor forma de abordar um lead no final do funil é oferecendo auxílio.

Não pense que após mandar o lead para as vendas, terá finalizado o trabalho de marketing.

Para diminuir o processo de objeções e dúvidas que ainda ocorrem nessa fase, ofereça conteúdo de qualidade.

Ele certamente servirá de apoio para embasar melhor as explicações de quem realiza a venda.

Ou até mesmo dar a ajuda para uma pessoa que possivelmente foi fazer a pesquisa para outro tomador de decisão.

Outra boa estratégia nesta etapa é a automação de marketing, que poderá servir de apoio para o vendedor no momento de nutrir os leads de acordo com as objeções existentes.

Estudos de caso que comprovem a qualidade do que é oferecido, transmitem urgência ou até mesmo mantém o cliente atualizado sobre as otimizações que ocorreram no produto ou serviço.

#4 Definindo o Seu Público Alvo e Orçamento

Essa etapa é fundamental para a criação da sua campanha.

Ela vai ser crucial para delimitar o alcance dos seus anúncios e com quantas outras empresas ele terá que disputar espaço.

Tenha em mãos todas aquelas informações sobre o público-alvo e mãos à obra.

Personalize o Seu Público Alvo

É bem verdade que você pode não ter todas as informações que precisa para apontar o grupo ideal de pessoas que devem ser impactadas por seu anúncio.

Mas isso não é um problema.

Claro que quanto mais informações você tiver, melhor, mas não precisa se tornar uma “caça às bruxas” ao público.

Você pode escolher, por exemplo, a localidade. Pode ser até mesmo uma rua!

A campanha será apresentada apenas às pessoas que estejam no local demarcado por você como o ideal.

Também pode apontar idade, gênero e ideias.

Mas se posso dar um conselho pessoal, apele para os interesses.

Eles se baseiam em informações contidas nos próprios perfis das pessoas, então você pode escolher por cargo, profissão e algumas outras informações.

O fato é que você pode criar diversas audiências personalizadas e deixá-las salvas para as campanhas futuras.

Configurando o Orçamento Disponível

Ter um orçamento predefinido é fundamental para que a campanha permaneça nos trilhos.

Mas é claro que novos valores poderão ser redefinidos para novas campanhas de acordo com a maneira pela qual público recebeu o primeiro anúncio.

Novos elementos poderão ser adaptados ou até mesmo excluídos, e junto com os novos rumos, os novos valores.

Mas a princípio, é necessário deixar os valores já especificados, sobretudo se for um orçamento limitado.

No Facebook Ads, você terá duas opções para programar os seus investimentos:

  • Orçamento diário;
  • Orçamento da campanha;

Vamos entender um pouco mais sobre cada uma dessas opções.

Orçamento Diário

Na primeira opção, você poderá definir um valor diário de investimento para que seus anúncios permaneçam ativos.

Você poderá optar por essa estratégia para campanhas que têm data inicial e término ou para campanhas sem fim prévio, podendo ser cancelada no momento em que achar melhor.

Nesse exemplo, a pessoa vai investir R$20 por dia em sua campanha, mas não é um investimento que pode garantir determinado espaço para seus anúncios.

Tudo vai depender do público que você definiu e da quantidade de anúncios que seguem a mesma linha que a sua, ou seja, com quantos outros anúncios você terá que disputar.

Dessa maneira, a melhor coisa que você pode fazer é trabalhar com atenção para dar o maior número de informações sobre seu público, definindo-o com cuidado.

Seja o mais específico que puder.

Mas já pensando em não deixar os investidores às cegas, o Facebook dá um parâmetro do número de pessoas que serão impactadas pelo seu anúncio.

No canto inferior direito, você vai encontrar um gráfico como este aqui:

Essa é a estimativa para um público na cidade de São Paulo, que possui entre 20 e 45 anos, de ambos os sexos e interessados em maratona, com um orçamento diário de R$20.

Obviamente não é um número exorbitante, mas certamente é um número de pessoas com grandes chances de interagir com seu anúncio.

Essa é a grande jogada da publicidade nas mídias sociais: A possibilidade de entregar seus anúncios a quem realmente interessa.

Orçamento da Campanha

Aqui você terá que definir o valor total que deseja investir na campanha.

É a opção ideal para aqueles que possuem um valor limitado para trabalhar.

A duração poderá ser estimada também, algo como apenas um dia ou uma programação específica, com dias e horários ideais.

#5 Definindo o Formato do Anúncio

Quando falei que é importante ter o objetivo em mente, antes de começar a trabalhar no seu anúncio, é também por causa dos formatos.

Dependendo do objetivo definido, determinados formatos poderão ou não ser utilizados em sua campanha.

Então tenha esse objetivo bem claro, para que os formatos corretos sejam oferecidos a você.

Mas não se preocupe, porque vou falar sobre todos eles aqui.

Entretanto, não deixe de estar sempre antenado pois atualizações ocorrem e, de repente, pode surgir alguma novidade.

Para não ter dúvidas, venha sempre dar uma olhada aqui no meu blog.

Sempre escrevo para vocês sobre as últimas novidades no mercado para que nenhuma informação valiosa se perca.

Vamos lá.

Carrossel

O formato carrossel oferece a possibilidade de fazer uma vitrine dos produtos com uma sequência navegável.

Você vai precisar de, no mínimo, duas imagens ou dois vídeos.

Pode também ser uma imagem e um vídeo.

O número máximo de conteúdo para estruturar esse anúncio, é 10.

Esse tipo de formato é muito utilizado por empresas que possuem um extenso catálogo de produtos ou serviços.

Um e-commerce que trabalhe vendendo roupas, por exemplo.

O anúncio poderia ser criado no formato carrossel, montando um look completo: Na primeira imagem, uma camiseta. Na segunda, uma calça. E assim por diante.

Esses anúncios são encontrados no feed de notícias.

Outras empresas que combinam com esse tipo de formato são:

  • Lojas com produtos específicos, como calçados;
  • Empresas que precisam detalhar um produto, oferecendo diferentes perspectivas do produto;
  • Criar anúncios do tipo “história”, como uma empresa de decoração que disponibiliza um passeio pelo interior do imóvel;
  • Conseguir mais cliques no site, colocando em cada imagem, um link que redireciona o usuário para sua página;
  • Despertar a atenção, visto que a criatividade pode gerar reconhecimento da marca;

E claro que algumas especificações terão que ser seguidas:

  • Tamanho recomendado da imagem é 1080 x 1080 pixels;
  • Proporção da imagem é 1:1;
  • Tamanho do texto é de 90 caracteres;
  • Título com, no máximo, 40 caracteres;
  • Descrição do link de 20 caracteres;

Um dica bacana é sempre fazer testes A/B para saber qual apresentação está gerando mais números.

Imagem Única

Esse é o formato de anúncio mais utilizado no Facebook Ads.

Esse tipo de anúncio conta com essas duas características: Imagem e texto.

Minha dica é para que escolha com cuidado a imagem, visto que será apenas uma.

Escolha uma que transmita a ideia do conteúdo e que seja chamativa.

O texto também merece toda a atenção. Ele precisa ser cativante e clicável, despertando o interesse de quem o visualiza.

Se você está começando agora a trabalhar com o Facebook Ads, essa é uma excelente opção.

Esse formato deve ser escolhido por:

  • Campanhas que desejam trabalhar com um tipo de anúncio mais popular;
  • Despertar o interesse pela marca através de uma imagem;
  • Empresas que desejam divulgar um novo produto;
  • Corporações que desejam aumentar o tráfego no site;

E as especificações são:

  • Tamanho recomendado da imagem é 1200 x 628 pixels;
  • Proporção da imagem é 1.9:1;
  • Tamanho do texto é de 90 caracteres;
  • Título com, no máximo, 25 caracteres;
  • Descrição do link de 30 caracteres;

Sempre utilize imagens profissionais, pois uma imagem não tão boa certamente não vai passar credibilidade.

Vídeo Único

Como você já sabe, os vídeos são conteúdos altamente compartilháveis e geram maior alcance.

Se quiser fazer uma boa aposta, trabalhe com vídeos curtos pois é mais provável que sejam assistidos até o final.

Acredito que uns 15 segundos são o suficiente para passar o conteúdo de forma clara e chamativa.

Esse formato é indicado quando:

  • A marca deseja cativar o público através de uma história ou mensagem;
  • A empresa deseja aumentar o reconhecimento da marca;
  • Impactar pessoas que têm maior disposição para prestar a atenção;
  • Atrair a atenção para o anúncio que será visualizado no feed de notícias;

E as especificações são:

  • Formato de vídeo MOV, MP4 ou Gif;
  • Resolução de, no mínimo, 720p;
  • Tamanho do arquivo não deve ultrapassar 2,3 GB;
  • Taxa de proporção recomendada é widescreen (16:9);
  • Texto com até 90 caracteres;
  • Título com 25 caracteres;
  • descrição deverá ter até 30 caracteres;
  • Duração de, no máximo, 60 minutos;

Slideshow

Aqui você vai poder pegar até 10 imagens e apresentá-las em formato de slideshow.

Você poderá ver um exemplo aqui.

Também é utilizado por empresas que desejam mostrar uma boa quantidade de produtos em um só anúncio ou até mesmo para construir uma história sequenciada.

Esse tipo de anúncio é recomendado quando:

  • A marca deseja chamar a atenção do público, pois os vídeos são formatos que despertam o interesse;
  • Apresentar uma série de produtos ou serviços;
  • Contar uma história com imagens;

Trabalhe o conteúdo de maneira profissional. Nada de utilizar imagens mal produzidas ou de baixa qualidade.

E as especificações:

  • Texto com até 90 caracteres;
  • Título com 25 caracteres;
  • Descrição de, no máximo, 30 caracteres;
  • Taxa de proporção com 3 opções, como o quadrado (1:1), retangular (16:9) ou vertical (2:3);
  • Tempo que cada imagem poderá ficar exposta é de 5 segundos;
  • Transição, sim ou não;
  • Música que a própria plataforma disponibiliza para ser colocada no anúncio;
  • Tempo de duração é de, no máximo, 50 segundos.

Canvas

Aqui você vai poder criar toda uma experiência em um único anúncio.

Esse tipo de anúncio certamente vai exigir mais de quem o cria e recomendo que leia esse meu artigo para que entenda tudo a respeito antes de optar por esse formato.

Esse tipo de anúncio poderá ser visualizado apenas para os acessos via mobile.

Normalmente ele é utilizado quando se quer:

  • Promover produtos de forma mais imersiva;
  • Contar histórias mais atrativas para o público;
  • Criatividade para anunciar;
  • Gerar clique e conversões no site empresarial;
  • Reforçar o reconhecimento da marca;
  • Empolgar o cliente quanto à sua marca;

Quanto às especificações, existem duas: Uma para imagens e outra para os vídeos.

Vamos falar um pouco sobre ambas as opções.

Especificações Para Imagens
  • Proporção de imagem é 1.9: 1;
  • Tamanho da imagem recomendada é de 1200 x 628 pixels;
  • imagem não pode incluir mais de 20% de texto;
Especificações para Vídeos
  • Relação de aspecto de 16: 9 ou 1: 1;
  • Vídeo deverá contar com compactação de vídeo H.264, perfil alto preferido, pixels quadrados, taxa de quadros fixa e varredura progressiva;
  • Áudio deverá ter compactação de áudio AAC estéreo, 128kbps +;
Limite de Caracteres

Para as imagens:

  • Texto de até 90 caracteres;
  • Título com 45 caracteres;

Para os vídeos:

  • Texto de até 90 caracteres;
  • Título com 25 caracteres;
  • Descrição no feed de notícias pode conter até 30 caracteres;

#6 Defina Onde os Seus Anúncios Serão Vistos no Feed

A plataforma também permite que você escolha qual o melhor local para a exibição do seu anúncio.

O Facebook vai apontar em quais locais o anúncio terá um desempenho melhor ou você poderá escolher manualmente.

Dependendo do tipo de estratégia que você vai trabalhar, você poderá escolher locais dentro ou fora do Facebook.

Vamos conhecer os posicionamentos dentro do Facebook:

  • Feeds – O anúncio vai aparecer no feed de notícias das pessoas que acessam a rede social tanto de um desktop, quanto de aparelhos móveis;
  • Grupos – O anúncio é estampado em grupos;
  • Coluna da direita – O anúncio será exibido no lado direito do Facebook, e só poderá ser visto por pessoas que acessam a plataforma através de um computador;
  • Instant Articles – O anúncio será exibido nos Instant Articles no aplicativo móvel do Facebook e no Messenger;
  • Vídeo in-stream – O anúncio aparece em vídeos curtos;

Nas opções fora da plataforma, as opções são:

  • Instagram – O anúncio pode ser visualizado tanto nas versões para desktop quanto via mobile, e poderá ser exibido no feed ou nas histórias;
  • Messenger – O anúncio será exibido como mensagem, sendo entregue diretamente para a pessoa;
  • Audience Network – O anúncio pode ser exibido nos formatos banner, intersticial e nativo, alcançando o público em aplicativos e sites móveis, sites para desktop e aplicativos para TV conectada. E também vídeos com incentivo, como naqueles jogos que você precisa assistir a um vídeo para ganhar uma recompensa;

#7 Finalizando o Seu Anúncio

Passadas todas as etapas, é o momento de finalizar o seu anúncio.

Se já escolheu com toda a atenção as imagens ou vídeos, e já colocou uma url de destino (se for o caso), sua campanha já está pronta.

O que posso garantir, é que com a prática, todo o processo vai ficando mais simples.

Você pode ter um pouco mais de dificuldade para criar seu primeiro anúncio, mas não se preocupe. Você vai compreendendo tudo com o tempo.

Na dúvida, abra em outra página esse artigo e vá seguindo o passo a passo conforme coloquei aqui, que certamente não terá grandes problemas.

Otimizando a Sua Campanha

Se você está começando agora a trabalhar no mundo virtual, é natural que não considere algumas coisas.

E o motivo é apenas falta de experiência mesmo.

Por sempre pensar nisso é que crio os meus artigos, visando auxiliar em todos os processos com um passo a passo simples e detalhado.

Não menospreze cada pequeno detalhe na criação do seu anúncio.

Pode parecer que eles passarão despercebidos, mas lembre-se que quando o assunto é marketing digital, todo detalhe deve ser muito bem pensado e ainda testado.

Entre esses detalhes, separei quatro que farão toda a diferença no resultado final: Título, texto, CTA e relatórios.

Não deixe de considerar as dicas sobre esses quatro itens.

Vamos conhecê-las.

Título

O título tem por obrigação chamar a atenção do leitor.

Então esforce-se para criar um título que desperte o interesse em quem se depara com o seu anúncio.

Uma boa maneira (aliás, eu mesmo utilizo essa técnica em meus anúncios) é oferecer algum tipo de premiação.

Por exemplo, para todos que se inscreverem no seu site, um ebook será disponibilizado gratuitamente.

Pode ser uma chance para um sorteio, um webinário gratuito ou qualquer outro conteúdo de valor que vai fazer a diferença para quem o acessa.

Esse pode ser o detalhe que vai trazer um maior número de leads para sua marca.

Texto

Trabalhe com atenção para que o conteúdo oferecido, mesmo que pequeno, seja de muito valor.

Imagine tudo o que gostaria de ver em um anúncio e trabalhe para que o resultado final se aproxime disso.

O pessoal do AdResults fez um infográfico muito simpático trazendo dicas sobre o conteúdo e a maneira que deve ser disponibilizado.

De qualquer maneira, não esqueça: O conteúdo precisa ser valioso!

Eu sei, vocês estão cansados de me ouvir dizer isso.

Mas essa é uma tecla que jamais vou deixar de bater.

Botão de CTA

Existem diversas opções que poderão ser usadas por você, no entanto existe uma que comprovadamente converte mais, que é o popular “Saiba mais”.

Mas se esta não é uma opção que agrade, você ainda pode usar:

  • Inscreva-se;
  • Leia mais;
  • Cadastre-se;
  • Baixar;
  • Comprar agora;
  • Fale conosco;
  • Assistir ao vídeo, entre tantos outros;

Defina o melhor CTA para o seu anúncio e mãos à obra.

Relatórios e análise

No Gerenciador de Anúncios do Facebook, você vai encontrar todo o tipo de informação relevante à sua campanha.

Entretanto, você poderá personalizar seus relatórios, alterando a maneira como os resultados são exibidos.

Depois de configurar a maneira como quer que os resultados sejam apresentados, você ainda poderá enviar relatórios para você mesmo.

A periodicidade também pode ser escolhida, como diariamente, semanalmente ou mensalmente.

Para tornar isso possível, você terá que analisar quais são os dados mais relevantespara a sua campanha.

Na página do Facebook mesmo, você vai encontrar um passo a passo para que a personalização dos relatórios seja possível.

Aumente Seu Alcance Com Públicos Personalizados

Com alguns pequenos detalhes, é possível aumentar o alcance com os anúncioscriados pela sua empresa.

São as metas e objetivos que vão designar os caminhos a serem tomados pela marca, possibilitando saber exatamente quem deve ver o anúncio.

Vamos conhecer as vantagens de trabalhar com os públicos personalizados.

Segmentando o público

Essa é uma das maiores vantagens do Facebook Ads: a possibilidade de personalizar o público para segmentá-lo.

Você poderá fazer diferentes anúncios para diferentes públicos e objetivos, trabalhando a campanha de acordo com as características do público-alvo.

Por exemplo, um anúncio sobre pacotes de viagens para “mochileiros” pela Europa.

Certamente o público que mais vai responder a esse tipo de campanha é o público mais jovem, sem filhos e pertencentes às classes A, B e C.

Disponibilizando o anúncio para todas as pessoas, dificilmente conseguiria segmentar o público.

Mas com a oportunidade de colocar características que aproxime a marca daquelas pessoas que possivelmente irão responder à campanha, os resultados serão muito melhores.

Core Audiences (Público Principal)

O Core Audiences é outra maneira de personalizar bem o público que deverá ser impactado pelo seu anúncio.

Se estruturar bem sua persona, não terá grandes dificuldades para personalizar seu público aqui.

Você poderá criar a sua audiência através de dados demográficos, como:

  • Localização;
  • Estilo de vida;
  • Estágio da vida;
  • Características de compra;
  • Estado civil;
  • Idade;
  • Alfabetização e outros detalhes educacionais, entre outros;

E para coletar essas informações, a empresa sequer vai precisar que respondam algum tipo de questionário.

As próprias informações contidas no perfil de cada um, servirão como filtro para selecionar o público ideal para o seu anúncio.

Audiências Personalizadas

personalização da audiência é uma opção que existe dentro dos anúncios do Facebook Ads.

É bem verdade que a vontade é de apenas clicar no botão “impulsionar vendas”, mas é justamente essa atitude que poderá fazer com que a campanha não fique tão personalizada.

Se a ideia é vender anúncios, a melhor coisa a fazer é personalizar o máximo possível do público, até mesmo para evitar desperdícios financeiros e de tempo.

Essa opção vai tornar possível também que a empresa crie públicos-alvo com base na interação das pessoas com a sua página ou anúncios na plataforma.

Isso vai trazer um público mais engajado, aumentando a probabilidade de conversões.

Audiências Similares

O Facebook disponibiliza até 4 tipos de públicos semelhantes para os seus anúncios:

  • Audiência personalizada;
  • Visitantes/conversões do site;
  • Usuários que acessam via mobile;
  • Fans da página no Facebook;

A audiência pode ser similar a uma audiência personalizada que você criou.

Facebook Exchange

Você vai poder utilizar plataformas externas para a publicidade (demand-side platform ou DSP).

Dessa maneira, será possível compreender os detalhes sobre o comportamento do usuário fora da rede social.

Com esses novos dados em mãos, será possível criar avisos que tenham relação com a realidade desse público.

Partner Categories

O Facebook conta com parceiros externos que podem fornecer dados oriundos de pacotes de opções que possibilitam a segmentação.

Os dados se baseiam nas atividades que ocorrem fora da plataforma e que poderão ser utilizados na criação de anúncios.

Exemplos de Anúncios Bem Sucedidos

Não pense que é incomum encontrar empresas com anúncios que não trazem resultado algum para a marca.

Como falei acima, leva-se um tempo até pegar o jeito de criar anúncios que conseguem atrair um bom número de pessoas.

Mas também existem empresas que conseguem resultados incríveis e se tornam referência quando o assunto é anunciar no Facebook.

Vamos falar sobre três casos que merecem destaque.

Not a Model by Marina de Giovanni

Veja bem.

É um anúncio sobre um sorteio.

Além dela estar oferecendo a premiação, ainda está pagando para uma divulgação de sorteio, e apesar de parecer loucura, ela sabe muito bem o que está fazendo.

Essa campanha proporcionou à Marina De Giovanni um total de 17 mil emails em apenas seis semanas.

Em menos de dois meses, a campanha coletou a quantidade conquistada em anos!

O sorteio consistiu em $300 mensalmente, como jóias, kits de maquiagem, entre outros.

Então ela criou uma landing page – dentro do Facebook – onde as pessoas que queriam participar do sorteio, deveriam realizar um cadastro.

Não há dúvidas de que ela teve gastos com essa campanha, mas ela também garantiu um lucro com o seu blog e lista de emails, onde ofereceu sessões particulares de coaching.

Agora me diga uma coisa: Você estaria disposto a investir R$1.000 para ganhar R$10.000? Tenho que certeza que sua resposta é positiva.

E ela ainda fez vídeos de boas-vindas, onde explicava o processo para participar do sorteio, manteve o tráfego no Facebook e testou esses anúncios, para saber qual convertia mais.

Imagine os ganhos possíveis com uma lista de contatos contendo 17 mil emails.

“Neil, sabemos que isso funciona para os blogueiros, mas esse não é o meu caso”.

Pois saiba que pode ser útil até mesmo para startups. Vou mostrar para você.

Design Pickle

Design Pickle oferece ao seu público um serviço de trabalhos gráficos ilimitado, o que possivelmente causaria algum tipo de desconfiança.

Nesse anúncio, eles passam a mensagem “não custa oferecer um serviço gráfico de graça”.

Essa ideia aparentemente simples, gerou à empresa $6.000 em receita mensal regular.

A ideia foi criar esse anúncio para segmentar leads muito qualificados, que eram enviados para esse questionário:

Olha só que jogada.

Essa quantidade de pergunta certamente espantou muita gente, mas a ideia da marca foi justamente essa: Atrair leads qualificados.

Um questionário desse tamanho não seria respondido por todos que chegassem até eles, mas sim por aquelas pessoas que estavam mesmo interessadas.

Isso porque a empresa contata as pessoas por telefone em até 24 horas após a conclusão e trabalhar na criação de um design é bastante trabalhoso.

Imagina o tempo que seria necessário para fazer todo o processo.

Como consequência por essa escolha, a campanha gerou cerca de 500 leads, 30 dos quais se tornaram assinantes do serviço de $200 por mês oferecido por eles.

E eles ainda estimam a vida útil de seus consumidores.

Essa é a média que aponta quanto um consumidor vai gastar com eles, após se tornar cliente. O valor é de $1.100, resultando em um retorno sobre investimento de 633%!

Então vimos que funciona para blogs e startups.

Será que tem o mesmo efeito para marcas famosas?

Pedigree

A empresa trabalhou com uma campanha que mostrava anúncios de cães em abrigos, otimizando as curtidas em sua página.

As 55 mil curtidas passaram a mais de um milhão e conseguiram arrecadar $600.000 em doações.

Esse é um exemplo, mas o mercado está cheio de marcas famosas que sabem bem como anunciar utilizando o Facebook Ads.

O Facebook mesmo disponibiliza para quem quiser fazer análises, casos de sucessode diversas empresas famosas.

Volkswagen Brasil, Spotify Brasil, Fanta Guaraná e Netshoes são algumas das empresas que têm seus casos de sucesso por lá.

Quais Resultados Posso Alcançar Com um Orçamento Baixo

Para entrar no contexto da história, vamos imaginar que o orçamento a ser utilizado é de $5 por dia (este exemplo está na Buffer Social).

Eles fizeram três tipos diferentes de anúncios, cada um com um objetivo diferente.

  • Curtidas na página – $0,57 por clique;
  • Cliques na landing page – $4,01 por clique;
  • Posts impulsionados – $6,35 a cada mil pessoas impactadas;

Quando visto esses resultados comparados com os $5, os números são:

  • Curtidas na página – 9 curtidas por dia;
  • Cliques na homepage – 1 por dia;
  • Posts impulsionados – 787 novas pessoas impactadas;

Dicas Para o Gerenciamento dos Anúncios

Como você deve imaginar, o Facebook dá o direito – a todos àqueles que anunciam – de acessar uma página de gerenciamento dos anúncios.

Através desta página, fica mais fácil acompanhar os resultados que vão sendo obtidos com cada campanha, conjunto de anúncios e anúncios.

Vou passar aqui algumas dicas para que seu gerenciamento se dê de maneira mais eficaz.

Vamos lá?

Crie um Conjunto de Anúncios e Faça Testes

Segundo o próprio Facebook, um “conjunto de anúncios é um grupo de anúncios que compartilham o mesmo orçamento, cronograma, otimização de veiculação e direcionamento”.

E a segunda ideia aqui – os testes – são os famosos testes A/B.

Não os conhece muito bem? Sem problemas, posso falar um pouco sobre eles.

A ideia destes testes é comparar a versão original do anúncio, isto é, aquele primeiro anúncio que você fez, com algumas variações no mesmo espaço de tempo.

Essa atitude servirá para escolher qual a variação do anúncio que traz os melhores resultados.

Isso é possível graças às hipóteses que são baseadas em estatísticas e dados que apontam qual a melhor variação.

Existem 5 variáveis que obrigatoriamente precisam ser analisadas quando a intenção é atingir o ápice da campanha:

Imagem

A primeira impressão que as pessoas vão ter da sua marca é a imagem utilizada no anúncio, que com certeza é o que mais chama a atenção em um primeiro momento.

Uma imagem que desperte sentimentos negativos poderão fazer com que as pessoas desistam de entender sobre o que é o anúncio.

Dessa maneira, procure dar atenção a alguns detalhes como:

  • Cores diferenciadas – Não há discussões quanto a seriedade da psicologia das cores, então faça testes para descobrir se mais cores em um só anúncio chamam mais a atenção do público, ou menos cores;
  • Rostos – Se o seu anúncio oferece serviços que proporcionam bem-estar, ou felicidade, o rosto de pessoas sorridentes e satisfeitas certamente farão a diferença na hora da tomada de decisão;
  • Animais – Essas são imagens cativantes que mexem com muitas pessoas, mas tome cuidado para não relacionar uma marca que exige grandes cuidados com a higiene – como os produtos de higiene infantil, por exemplo – com animais;

Textos do anúncio

  • Headline – Após a imagem, aqueles 25 caracteres que vêm a seguir são o que chamam mais atenção, então procure escrever headlines desafiadoras, que despertem a atenção até mesmo de quem já está acostumado com o marketing digital;
  • Corpo do texto – Procure criar um texto consistente e que siga a linha de raciocínio da headline, dando as principais informações sobre o serviço ou produto que está oferecendo;
  • Descrição – Apesar de serem os menores caracteres do anúncio, se cometer erros aqui, eles serão notados. Então trabalhe com uma descrição criativa, que poderá ser uma prova social, autoridade ou urgência/escassez;

CTA

Trabalhe com CTA’s que despertem a curiosidade nas pessoas, e para chegar a esse resultado, disponibilize algumas opções de CTA e teste.

Interesses

Para ter uma estratégia poderosa, você vai ter que realizar testes e mais testes, então nada de preguiça.

Você pode alterar algumas características que envolvem o interesse, como anúncios para diferentes cargos na empresa, por exemplo.

Localização

Seria impossível (como seria para todos os outros profissionais do marketing) eu dizer qual o local ideal para a exibição do anúncio.

Tudo vai depender da marca, do produto ou serviço, do público, do objetivo (…)

Então, não adianta tentar fugir: Faça testes!

Tente exibir no feed e na coluna lateral, entre outras opções, e descubra qual trouxe melhores resultados para a empresa.

Elimine os Anúncios Que Não Funcionam

Quando você já tiver uma boa quantidade de dados para embasar que determinado anúncio é melhor que o outro, desative os outros que estavam em circulação durante os testes.

E quanto ao anúncio vencedor, mantenha-o ativo até o final do prazo.

Isso pode levar até sete dias para acontecer, mas vejo que acontece com maior frequência entre 4 e 5 dias.

Então algumas alterações serão necessárias, como imagem e textos pois o seu público já terá se deparado com o seu anúncio.

Acredito que o tamanho do seu público também deverá ser levado em consideração nesse momento.

Se o seu anúncio for exibido a 600 pessoas por dia, ele será visto pela maior parte de um público de 3.000 pessoas dentro dos 5 dias que mencionei.

Manter anúncios sem utilidade só fará com que a empresa gaste além do necessário para mantê-los na rede.

E acredito que toda empresa deseja enxugar o máximo possível os gastos.

Então nada de procrastinar para eliminar os anúncios que não fazem diferença para os resultados.

Aumente Seu Orçamento Gradualmente

Aqui não há muito segredo quanto ao que quero dizer.

Você já sabe qual o tipo de anúncio deu certo, e já sabe quais características deverão ser evitadas nos mesmos.

Com essas informações em mãos, não tenha dúvidas: Comece a aumentar o orçamento para as futuras campanhas de maneira gradual.

Digo gradualmente porque também não tem porquê fazer um grande investimento de uma campanha para a outra.

Essa atitude vai garantir riscos menores à empresa.

Além, é claro, da experiência adquirida com o passar do tempo que as campanhascriadas darão, junto com maior segurança para os próximos passos.

Com o tempo, você vai saber a maneira ideal de criar um anúncio para seu público.

Mas não esqueça de que objetivos diferentes, públicos diferentes, produtos e serviços diferentes, entre outros detalhes, exigem novas características.

Também por essa característica, digo para fazer maiores investimentos de maneira graduada.

Para cada novo valor a ser investido, novas estimativas irão surgir, então fique de olho.

Agora, se quer alterar gradualmente um anúncio ou campanha já existentes, siga esses passos:

  • Acesse o Gerenciador de Anúncios;
  • Passe o mouse sobre o conjunto de anúncios (ou campanha) que deseja alterar;
  • Clique em Editar;
  • Alterar o orçamento;
  • Clique em confirmar e fechar;

A plataforma vai levar cerca de 15 minutos para atualizar os novos números.

Se a alteração contar com uma grande diferença de um momento para o outro (o que não recomendo), poderá levar um pouco mais de tempo para que a plataforma leia as novas informações e consiga identificar os melhores caminhos novamente.

Vale lembrar que antes de optar por aumentar o orçamento para os seus anúncios, verifique se a conversão está sendo favorável.

Se o seu anúncio está gerando vendas diretas, você está em um excelente caminho.

Mas se você estiver coletando emails ou downloads de aplicativos, por exemplo, verifique se os cálculos estão corretos e se as pessoas estão pagando no fim das contas.

Se a realidade não é essa, essa escolha poderá levar a empresa a sofrer um rombo significativo no orçamento, e em menos tempo que imagina.

Mas se você tiver concluído que seus anúncios estão proporcionando um ROIpositivo, pode começar a aumentar gradualmente o orçamento.

Poderá criar mais anúncios que chegarão ao feed de notícias de mais usuários.

Aumente Seu Alcance Com Públicos Personalizados

Não vou falar detalhadamente sobre públicos personalizados e similares aqui, porque já criei outros tópicos aqui mesmo no artigo para detalhar melhor o assunto.

Mas de qualquer maneira, vou deixar aqui um princípio sobre o assunto para que você possa pesquisar a respeito – se sentir a necessidade – quando achar melhor.

“Públicos personalizados e similares” é a melhor maneira que você vai encontrar para aumentar a precisão da segmentação dos seus anúncios (público personalizado) e expandir o alcance do seu público-alvo (público similar).

Essa opção vai otimizar os resultados da sua campanha e/ou dos seus anúncios.

Principais Termos Referentes aos Anúncios no Facebook

Como em todos os setores, a criação de anúncios no Facebook Ads conta com seus termos próprios.

Então após criar a sua fanpage, é bom estar por dentro destes termos para que não fique com dúvidas durante o processo.

Então vamos conhecê-los para que se familiarize com cada um deles e a criação do anúncio se dê de maneira tranquila.

Pixel de conversão

Pixel de conversão é uma maneira de acompanhar o comportamento dos seus consumidores fora da plataforma, isto é, em outras páginas da web.

Pode ser utilizado, por exemplo, para acompanhar cada etapa de um funil de vendas, apontando os resultados em cada etapa e otimizando os pontos fracos.

Basicamente, o pixel de conversão será utilizado em três situações:

  • Rastreamento – Permite tornar seus investimentos e anúncios mais eficientes pois pode acompanhar quais anúncios, público, região – entre outros – trouxeram os melhores resultados para sua campanha;
  • Otimização – Como você vai informar ao Facebook o seu objetivo, ele vai ajudar sua marca a otimizar o anúncio para um público que demonstre maiores chances de converter;
  • Criação de audiência – Você poderá criar “Audiências Similares” no anúncio, e então a rede social irá agrupar usuários semelhantes a aqueles já realizaram as ações determinadas por você e rastreados pelo pixel de conversão;

Feed de notícias

Vamos imaginar que você tenha 500 amigos no Facebook, e que esses amigos postam 2 vezes por dia.

São mil novas postagens todos os dias, além das páginas que você curtiu – como quando decidiu curtir a minha fanpage, por exemplo.

Imagine quanto tempo seria necessário para ler cada uma dessas postagens (…)

Pensando nisso, o Facebook faz uma seleção para você, destacando aquelas postagens que mais lhe interessam.

E essas postagens são exibidas em uma sequência em forma de cascata.

Isso é um feed de notícias.

É a forma organizada de exibir postagens, permitindo ao seu público pesquisar e encontrar informações de seu interesse.

Post de página não publicado

Ao criar anúncios para um público específico, eles não vão aparecer como uma postagem normal na timeline.

Eles são exibidos diretamente no feed de notícias de cada usuário, de maneira que pareça apenas uma postagem.

ROAS (Return over Ad Spend)

O ROAS é o ROI das campanhas criadas através do Facebook Ads.

Ele vai mostrar se o anúncio está sendo eficaz.

Será possível calcular quanto de receita foi gerada para a empresa por cada real investido na campanha.

Conversion Lift

O Facebook Conversion Lift, ou na tradução livre “Conversão Elevada”, é uma ferramenta que permite que você acompanhe os negócios adicionais oriundos dos anúncios criados na rede.

Vale tanto para os online quanto para os offline.

O Conversion Lift ainda permite que a equipe de marketing acompanhe quanto de receita adicional está sendo gerada e como incluir isso nas estratégias de marketingda corporação.

Compra de anúncios

Aqui na compra de anúncios, também é importante entender os termos utilizados.

É o conhecimento de cada opção que vai permitir que você saiba exatamente qual é a melhor a opção para sua campanha.

Vamos conhecer mais alguns termos então.

Custo Por Ação (CPA)

O custo por ação é o custo médio que você vai pagar por cada uma das ações que os usuários realizarem no seu anúncio.

Os bons anúncios garantem resultados melhores pois as pessoas sentem mais atração por eles.

Então tenha em mente a importância de pensar em cada detalhe do anúncio, pois quanto mais ações forem realizadas nele, menor será o seu custo por ação.

Custo Por Clique (CPC)

Para as empresas que já trabalham com anúncios online há algum tempo, o custo por clique já é um velho conhecido.

Ele é o custo que você terá que pagar para cada clique que acontece no seu anúncio.

O custo por clique é uma média retirada da seguinte conta: custo total do anúncio / total de cliques.

Custo por 1.000 impressões (CPM)

O custo por 1.000 impressões vai apontar o quanto você está investindo a cada mil impressões do seu anúncio.

A impressão leva em consideração a interação ou não por parte do usuário, bastando apenas que o Ad seja mostrado.

A fórmula a ser utilizada aqui é: custo total do ad / (total de impressões / 1.000)

Impressões

As impressões falam sobre a quantidade de vezes que seu anúncio foi exibido.

Para as versões mobile, a contagem acontece na primeira vez em que ocorre a exibição do anúncio.

Nas outras plataformas, a contagem vai ocorrer quando ele for exibido pela primeira vez no feed de notícias, ou na coluna lateral.

Cliques

Mais alguns termos ainda serão utilizados na criação dos anúncios, como por exemplo os cliques.

Cliques falam sobre o total de cliques que aconteceram no seu anúncio.

Eles não falam com exatidão sobre apenas uma coisa.

Por exemplo, seu anúncio está solicitando que as pessoas cliquem para se inscrever em algum webinário ou para fazer o download do aplicativo da empresa.

A contagem vai acontecer da mesma forma.

E a escolha do CTA vai depender do objetivo da sua campanha.

Publicação impulsionada

A publicação impulsionada vai ser exibida no feed, dando aquele up para no anúncio, otimizando significativamente os resultados.

Ele acontece diretamente no feed, e a plataforma costuma sugerir que a empresa impulsione aquelas publicações que obtiveram os melhores desempenhos.

A ideia aqui é que o anúncio apareça para diferentes públicos, tomando como parâmetros a performance da marca.

Publicação patrocinada

As publicações patrocinadas têm como vantagem aparecer mais alto no feed de notícias, possibilitando que seu público-alvo a visualize mais facilmente.

Ela é aquela opção que fica entre uma postagem comum e um anúncio.

Você pode reconhecer esses anúncios porque aparece escrito “patrocinado” – certamente você já viu essas publicações.

audiência será construída por usuários que já curtiram sua página e também à sua rede de contatos.

Conversões

As conversões são as ações realizadas por completo por parte do seu público como, por exemplo, a compra de um produto ou o download de um conteúdo.

Toda as ações de marketing visam as conversões, na realidade.

Visualizações de vídeo

A contagem das visualizações de vídeos vai ocorrer toda vez que seu vídeo for visualizado por mais de 3 segundos.

Então preocupe-se sempre em oferecer vídeos de qualidade pois são estes que atraem as pessoas e fazem com que elas permaneçam prestando atenção por um pouco mais de tempo.

Conclusão

O sucesso no Facebook Ads não se deve apenas ao momento do anúncio, mas aos acontecimentos que ocorrerão constantemente após sua criação.

Assim como as vendas não acabam no momento que o cliente finaliza a compra, o anúncio vai continuar oferecendo dados importantes após ser finalizado.

Toda alteração que você realizar, independente do tempo, vai trazer resultadosdiferentes.

Mas a maior certeza nisso tudo é a de que você deve começar hoje mesmo a anunciar no Facebook Ads, se ainda não o faz.

Se já anuncia, utilize as dicas fornecidas nesse artigo para otimizar os resultados da sua empresa.

Imagine.

Se, só no Brasil, quase metade da população está utilizando a plataforma, as possibilidades de crescimento da marca são infindáveis.

Infindáveis também são as maneiras de engajar o público e aumentar o retorno sobre o investimento feito para manter a campanha ativa.

Para trabalhar de maneira mais precisa, sempre tenha definido o público-alvo para determinada campanha.

Mas isso não significa que você não poderá trabalhar com campanhas diferentes para diferentes públicos.

Apenas deverá definir bem o objetivo de cada uma.

Outra característica é a de sempre se fazer presente no dia a dia das pessoas que interagem com a marca.

Pessoas gostam de se sentir importantes. Marketing de relacionamento é uma das melhores estratégias para qualquer empresa.

Agora, com essas informações e dicas em mãos, comece a trabalhar na sua campanha.

Lembre-se de extrair tudo de melhor que o Facebook Ads tem para oferecer.

E também não deixe de me contar aqui nos comentários quais são as suas estratégias mais utilizadas no Facebook Ads e como está se saindo!

Fonte: https://neilpatel.com/br/blog/tudo-sobre-facebook-ads/

Comentários

comentários

Share This