(32) 3061-1694

A identidade corporativa é o que torna sua empresa diferente das outras e faz com que os consumidores se identifiquem com a sua marca.

Da mesma forma que a sua história de vida, personalidade e valores são únicos, sua empresa também tem uma individualidade.

Por isso, você precisa garantir que a identidade corporativa represente a essência do seu negócio e seja perfeitamente comunicada ao público-alvo.

Há muitas maneiras de fazer isso, desde a criação de um logotipo marcante até a escolha das estratégias de comunicação.

Neste texto, vou mostrar como criar uma identidade exclusiva e transmitir a autenticidade da sua empresa para o mundo.

Se você quer se diferenciar do jeito certo, siga a leitura e inspire-se com as dicas.

O que é identidade corporativa?

produtos com identificação corporativa

Identidade corporativa é o conjunto de características que tornam uma empresa única e expressam sua cultura organizacional. Muito além da estética, o conceito está ligado à missão, visão e valores e é transmitido em toda as relações comerciais, ações de comunicação e operações da empresa.

Seu criador foi o arquiteto alemão Peter Behrens, conhecido como o primeiro designer da história.

Em 1908, ele foi contratado como consultor artístico pela empresa eletrotécnica AEG, quando desenvolveu os primeiros trabalhos de identidade corporativa.

Desde o início, o objetivo primordial não se alterou: traduzir os valores da empresa por meio de elementos visuais, estratégias de branding e conteúdos institucionais.

Toda organização, independentemente do tamanho ou segmento, precisa de uma identidade própria e exclusiva, que determina sua forma de se apresentar publicamente.

De modo geral, seus atributos aparecem nos materiais gráficos, peças de comunicação visual, campanhas, ambiente de trabalho, PDV, mídias digitais, produtos e quaisquer conteúdos e materiais produzidos pela empresa.

A construção dessa imagem pode levar anos de trabalho, mas é um dos pilares que sustenta o negócio e garante seu espaço no mercado.

Com o tempo, a tendência é que a identidade corporativa se torne um patrimônio altamente valioso, como ocorre com as marcas que valem bilhões de dólares e são reconhecidas em qualquer lugar do mundo.

A importância da identidade corporativa

ilustrações de produtos com identidade corporativa

Quando a identidade corporativa é marcante e representa perfeitamente o propósito da empresa, é muito mais fácil consolidar sua imagem junto ao público e fidelizar clientes.

Isso porque os consumidores criam relações com as marcas e procuram empresas alinhadas aos seus princípios.

Ou seja: a identificação gera muitas oportunidades de negócios, e para gerá-la é preciso transmitir uma imagem coerente.

Além dos consumidores, outros públicos interessados precisam ter uma referência identitária da empresa, como os parceiros, colaboradores, investidores e comunidade em geral.

Cada um desses grupos avalia a identidade e a compatibilidade do discurso com a prática, para decidir se vale a pena fazer negócios com a empresa.

Por isso, é fundamental ter uma identidade corporativa sólida e praticar os valores promovidos, para construir uma reputação impecável e sair na frente da concorrência.

Identidade corporativa e logotipo: qual a diferença?

Mc Donals como exemplo da diferença entre logotipo e identidade

É comum que o logotipo seja visto como o principal veículo da identidade corporativa.

Na verdade, ele é apenas um dos muitos elementos que compõem o repertório da empresa, embora seja indispensável.

Em termos de identidade visual, o logo é a peça-chave para desenvolver todas as outras formas de comunicação, pois é a própria representação gráfica da marca.

No entanto, a identidade empresarial não é composta apenas por elementos gráficos, mas também por práticas, valores e discursos.

Assim, podemos dizer que o logotipo é parte essencial da estética da empresa, mas faz parte de um conceito muito maior que é a identidade.

4 Passos para criar uma identidade corporativa

elementos gráficos corporativos

Se você precisa construir sua identidade corporativa, terá que se dedicar a um processo de planejamento e criação.

Veja como cumprir essa tarefa em apenas quatro passos.

1. História da marca

Toda identidade corporativa parte da história da marca, trazendo elementos que inspiraram a fundação da empresa.

Assim como as pessoas, as organizações têm uma trajetória única e criam sua identidade com base nessa narrativa.

Assim, quando você cria um logotipo, um slogan e os primeiros materiais de comunicação, por exemplo, deve traduzir a essência da sua marca em cada cor, palavra e formato.

Essas representações não são escolhidas ao acaso, mas baseadas nas ideias e motivações que levaram você a empreender.

Por isso, todo site institucional tem uma linha do tempo dedicada ao caminho que a organização percorreu e à evolução de sua identidade corporativa ao longo dos anos.

Por isso, na hora de criar sua identidade, pense na história que você quer contar com o seu negócio.

2. Identidade visual

profissionais em processo de criação de identidade visual

A identidade visual é o conjunto de elementos que representam a imagem da sua empresa, combinando diferentes símbolos, tipografias, cores e layouts.

Toda empresa possui seu próprio manual da identidade visual, elaborado por um designer gráfico, que define as normas e critérios de reprodução da marca.

Esse documento técnico é importantíssimo para determinar como sua marca será aplicada em diferentes meios físicos e virtuais, além de apresentar as variações possíveis.

Veja quais elementos não podem faltar no seu.

Logotipo

O logotipo é a principal representação gráfica da sua empresa, que pode conter tipografias e símbolos.

Existem vários tipos de logo, que podem utilizar somente abreviações, combinações de ícones e fontes, ou apenas um símbolo marcante.

Se você precisa criar um logotipo do zero, um dos formatos mais populares é o chamado combination mark, que combina texto e símbolo para formar uma imagem exclusiva da sua empresa.

O importante é garantir que o logo represente os valores da sua marca e seja facilmente reconhecido pelo público, para fixar sua identidade na mente do consumidor.

Paleta de cores

A paleta de cores define quais cores e tons serão usados em todos os materiais da empresa, tanto nos impressos quanto digitais, além do próprio escritório ou PDV.

Geralmente, a identidade visual inclui de 2 a 4 cores primárias e 8 a 12 secundárias, para permitir a combinação em diferentes layouts.

É fundamental que as cores escolhidas sejam respeitadas em qualquer reprodução da marca, para que haja coerência na identidade da empresa – daí a importância de especificá-las no manual.

Afinal, já sabemos que psicologia das cores é importante para influenciar a percepção do consumidor e transmitir significados específicos no marketing.

Por exemplo, uma predominância de amarelo pode ser estimulante e representar uma marca enérgica, enquanto o verde pode despertar uma sensação de tranquilidade e equilíbrio.

A escolha das cores depende da personalidade da sua marca e mensagem a ser transmitida ao público-alvo.

Tipografia

Por fim, a tipografia se refere às fontes que serão utilizadas para compor sua identidade visual.

O ideal é selecionar uma única fonte que seja adaptável a todos os materiais impressos e digitais, que possam ser facilmente lida e identificada.

Porém, às vezes, é necessário ter uma segundo ou terceira opção para compor layouts mais complexos.

A escolha da fonte adequada também depende da imagem que você quer transmitir.

Por exemplo, as fontes serifadas funcionam melhor em impressos e passam uma impressão mais clássica, enquanto as fontes sans-serif são mais adequadas

3. Público-alvo

O próximo aspecto a ser levado em conta para construir sua identidade corporativa é o público-alvo.

Para isso, é importante que você crie personas para entender mais a fundo as preferências e comportamentos de seus clientes.

Afinal, toda a criação da identidade será pautada pela percepção de valor dos consumidores, que precisam se identificar com a sua marca e compreender sua mensagem.

4. Linguagem

Por fim, o último passo é definir qual será a linguagem utilizada para se comunicar com seu público.

Isso porque a identidade corporativa também está no tom de voz, vocabulário e expressões da sua marca, que tem uma forma única de conversar com o consumidor.

Você pode optar por uma linguagem mais descontraída ou mais formal, por exemplo, de acordo com o perfil das suas personas.

O objetivo é ter consistência no uso da linguagem e criar um vínculo com os consumidores, de modo que eles reconheçam instantaneamente sua marca.

Atributos da identidade corporativa

ilustração de títulos 3d visão missão valores e objetivos

A identidade corporativa é formadas por dois tipos de atributos: os essenciais e os acidentais.

Confira o que significa cada um deles.

Atributos essenciais

Os atributos essenciais são características inerentes à sua empresa, que diferenciam sua marca de todas as outras.

Esses atributos não mudam ao longo da sua história, pois são parte integrante da fundação da empresa e refletem seus princípios mais elementares.

Basicamente, são todos os aspectos que representam sua essência e estão presentes na missão, visão e valores.

Atributos acidentais

Já os atributos acidentais são características que vão sendo agregadas pela sua empresa e mudam constantemente.

São aspectos materiais, conjunturais e simbólicos que surgem a cada fase do ciclo de vida da empresa.

Por exemplo, você pode atualizar seu logotipo, mudar o portfólio de produtos ou incorporar um novos sistema de gestão.

O que a identidade corporativa afeta na empresa?

equipe de empresa

A identidade corporativa afeta a empresa em vários níveis e define sua relação com o meio ambiente em que está inserida.

Veja quais as principais área impactadas por esse conceito.

1. Comunicação interna

A comunicação interna abrange todas as relações entre a empresa e seus colaboradores, desde o mais simples memorando até reuniões e eventos.

Evidentemente, seus colaboradores são o primeiro público que deve se conectar com a identidade corporativa, pois todo o ambiente de trabalho será baseado na representação da marca.

Como o objetivo de toda comunicação interna é engajar suas equipes, você deve usar a identidade para motivar e despertar a sensação de pertencimento na empresa.

Por isso, é importante padronizar toda a comunicação e usar uma linguagem apropriada para dialogar com os colaboradores, criando um universo próprio no local de trabalho.

Vale prestar atenção aos detalhes mais básicos, como ter materiais de escritório devidamente timbrados com o logotipo e uma decoração personalizada de acordo com a identidade visual da empresa.

Essas medidas simples fazem toda a diferença, pois reforçam continuamente a presença da marca.

Quando você consegue incorporar a identidade às rotinas de trabalho, os profissionais “vestem a camisa” da organização e dão o seu melhor para atingir os objetivos do negócio.

Além disso, também se tornam embaixadores da marca, promovendo seus produtos e serviços para seu próprio círculo social.

2. Comunicação externa

mulher acessando tablet em ambiente externo

Toda a sua comunicação externa terá que seguir fielmente a identidade corporativa, para levar a mensagem da empresa ao mercado e conquistar seu público-alvo.

Por isso, a identidade deve estar presente em todos os canais de comunicação, desde o mais simples e-mail marketing ou press release até as grandes campanhas publicitárias.

Logo, todos os seus anúncios e conteúdos em sites, blogs, mídias sociais, materiais impressos e veículos de imprensa devem respeitar os padrões de marca, seja no formato de texto, imagem, vídeo, e-book ou post.

Se o seu manual de identidade visual corporativa estiver em dia, você não terá problemas com a qualidade e fidelidade de reprodução da sua marca.

Além disso, é importante gerenciar todas as formas de comunicação da empresa para manter a mesma linguagem, tom e mensagem.

Basicamente, a reputação das empresas é construída com base nessa coerência, e não pode existir nenhuma contradição no discurso ou representação.

3. Relacionamento com o cliente

bolas representando insatisfação e única com rosto feliz

No relacionamento com o cliente, sua identidade está presente desde o primeiro contato e deve ser reforçada em todos os canais de atendimento.

Isso porque a identidade corporativa é a face da sua empresa junto ao cliente, por meio da qual ele desenvolve a relação com sua marca e cria um vínculo de confiança;

Aqui, vale a pena investir em uma estratégia omnichannel, integrando todos os canais de venda e comunicação para garantir a padronização da experiência do consumidor.

4. Cultura organizacional

cultura organizacional dentro de empresa

Por fim, a identidade corporativa está nas raízes da cultura organizacional, pois tem o poder de definir os hábitos, valores e comportamentos dentro da empresa.

Por exemplo, se você constrói uma identidade corporativa baseada em ideias de liberdade e inovação, esses princípios refletem diretamente na cultura interna.

Consequentemente, você terá um ambiente de trabalho aberto ao compartilhamento de ideias e à criação de novos projetos, com relações mais flexíveis e autonomia para tomada de decisão dos colaboradores.

Por outro lado, se a identidade estiver focada em tecnologia e resultados, por exemplo, a cultura será mais voltada à produtividade e gestão orientada a dados.

Seja qual for a mensagem escolhida para representar sua empresa, saiba que ela será decisiva para moldar seu ambiente de trabalho e clima organizacional.

Esse é mais um motivo para escolher cuidadosamente os valores que serão transmitidos, tratando sua identidade como o espírito do negócio.

Conclusão

Pronto, agora você sabe qual o valor da identidade corporativa e como criá-la do jeito certo.

Se você quer se diferenciar da concorrência, o primeiro passo é mostrar a personalidade da sua marca para o público, deixando claro como pretende criar valor no mercado.

Ao expressar seus valores, você cria uma verdadeira entidade e inspira pessoas a se relacionarem com a sua empresa, como ocorre com as grandes marcas.

Então, que tal criar uma identidade poderosa e se posicionar em destaque no mercado?

Você está pronto para colocar as dicas do artigo em prática?

Fonte: https://neilpatel.com/br/blog/identidade-corporativa/

Comentários

comentários

Share This