(32) 3061-1694

No dia 13 de fevereiro de 2017, eu comprei uma ferramenta de palavras-chave chamada Ubersuggest por $120.000.

Ela estava gerando 117.425 visitantes únicos por mês na época que eu comprei, mais 38.700 backlinks de 8.490 domínios de referência.

Para quem não está familiarizado com a ferramenta, o conceito é bem simples:

Você coloca a palavra-chave que quer alcançar via SEO ou PPC, e ela te dá mais ideias de palavras-chave. Dessa forma, você pode aumentar seu tráfego indo atrás de mais palavras-chave.

A maioria das pessoas achou que eu comprei a ferramenta só para redirecionar o tráfego para o NeilPatel.com e receber mais backlinks, ranqueando mais alto para todos os meus termos de busca.

Se você fizer as contas, dá mais ou menos 14 dólares por link.

Mas o NeilPatel.com já tinha 3 vezes mais links que o Ubersuggest.

E vamos combinar que eu já ranqueio para a maioria dos assuntos relacionados a marketing… Então os links não fazem tanta diferença.

E outros acharam que eu estava comprando porque eu queria redirecionar o tráfego e conseguir mais 117.425 visitantes por mês.

Mas uma parte muito pequena no tráfego da Ubersuggest era de países a partir dos quais eu gero receita.

Por exemplo, dos 117.425 visitantes mensais, a Indonesia era a região mais popular, com 28.491 visitantes por mês, enquanto os Estados Unidos geraram só 13.492, visitantes.

Sendo totalmente transparente: eu não comprei por nenhuma dessas razões.

O NeilPatel.com já tinha backlinks suficientes e gerava mais de um milhão de visitantes únicos todo mês.

Para falar a verdade, eu comprei como parte de um grande experimento.

Eu queria ver se eu conseguia aumentar meu tráfego sem marketing de conteúdo.

Por que eu estou tentando me afastar do marketing de conteúdo?

Eu ranqueio para qualquer coisa imaginável quando o assunto é marketing. Sério mesmo…

Veja meu tráfego de busca nos últimos 30 dias (e eu aposto que eu vou ter um aumento de 40% nos próximos 30 dias, mas isso é assunto para outro post, então fiquem ligados).

search traffic

Se eu quisesse subir meu tráfego até o nível do blog do Hubspot e conseguir mais de 6 milhões de visitantes por mês, eu teria que escrever conteúdo sobre assuntos tipo “como editar vídeos.”

Tem dois problemas com esse tipo de conteúdo. Primeiro, eu não ia conseguir monetizá-lo.

Segundo, e mais importante, eu não sou um especialista em edição de vídeos, então eu não devia escrever sobre isso.

Eu também já pensei em escrever sobre empreendedorismo, mas não é um assunto que me agrada muito.

E, por causa disso, minha falta de paixão vai refletir no conteúdo quando eu publicá-lo.

De uma forma geral, se você não é apaixonado pelo que você está escrevendo, não perca seu tempo. Seu conteúdo vai ser péssimo e as pessoas vão perceber.

Então eu e minha equipe decidimos na semana passada que eu deveria escrever só um post na semana, compartilhar minhas experiências pessoais e fugir do conteúdo genérico sobre marketing que eu venho escrevendo há anos.

Além disso, é bem mais divertido compartilhar histórias do que escrever um post ensinando como usar o Twitter.

Mas tinha um problema grande.

Não dava para deixar de escrever um post por semana porque é o blog que gera todos os leads para a Neil Patel Digital (minha agência de publicidade).

Eu tinha que encontrar alguma coisa que me ajudasse a constantemente gerar mais visitas sem precisar postar 7 vezes por semana.

E embora isso tenha me custado mais de um ano de experimentos… Eu encontrei.

E como você vai aumentar seu tráfego agora, Neil?

Lembra que eu mencionei o Ubersuggest no começo desse post?

Bom, ele foi um dos 7 experimentos que funcionaram.

Eu peguei o Ubersuggest antigo, que era assim:

ubersuggest

E eu paguei um desenvolvedor para criar uma cara nova e incluir dados de CPC. O produto agora está mais ou menos assim:

ubersuggest

Mas o mais interessante nessa história é que, no momento em que eu lancei o novo Ubersuggest, a utilização da ferramenta se manteve a mesma.

Mas, dentro de alguns dias, as pessoas entenderam que elas podiam obter dados de CPC gratuitamente usando o Ubersuggest e o tráfego começou a explodir.

ubersuggest

Se você olhar o gráfico acima, do Google Trends, você vai perceber que a utilização despencou assim que as pessoas descobriram que eu a comprei porque acharam que eu ia acabar com a ferramenta gratuita…

…ou acharam que eu ia restringir o acesso só para assinantes (além disso, um monte de gente no mundo do marketing me odeia)…

…mas assim que eu lancei uma versão com mais informações gratuitas, as pessoas começaram a adorar ainda mais a ferramenta.

Literalmente, essa única mudança, de fornecer dados de custo por clique gratuitamente pelo Ubersuggest, duplicou a utilização.

De início, eu achei que isso tinha acontecido porque todo mundo tinha adorado a nova funcionalidade.

Mas fazendo uma pesquisa com meus usuários eu rapidamente percebi que as pessoas começaram a usar o Ubersuggest porque elas pagavam ao Keywordtool.io$49 por mês por essa única funcionalidade.

Em outras palavras, minha funcionalidade cresceu porque eu peguei uma coisa pela qual as pessoas estavam acostumadas a pagar e disponibilizei gratuitamente.

E aí, avançando para os dias de hoje, a ferramenta manteve sua popularidade pelo simples fato de eu estar dando de mão beijada uma ferramenta pela qual a maioria dos profissionais de marketing está acostumada a pagar.

Mas eu não parei por aí…

Depois que eu descobri o poder do grátis, eu percebi que eu provavelmente consigo aumentar o número de visitantes do NeilPatel.com para 3 ou 4 milhões de visitantes únicos por mês só dando mais coisas de graça.

Eu cheguei a essa conclusão da seguinte forma:

Uma ferramenta paga chamada KWfinder vem se tornando cada vez mais popular. Dá para ver esse crescimento na tabela abaixo:

kwfinder

Então agora eu vou lançar uma nova versão do Ubersuggest para incluir as funcionalidades deles gratuitamente, para que eu possa devorar o tráfego deles.

É assim que a ferramenta vai ficar quando meus desenvolvedores terminarem…

ubersuggest google serp

Mas por que parar por aí?

SEMrush e o Ahrefs são ferramentas sensacionais que oferecem muitos dados de estimativa de tráfego e são muito mais famosas que o Ubersuggest.

O grande problema?

As duas custam pelo menos $100 por mês.

semrush ahrefs

E o Buzzsumo também faz sucesso, como você pode ver abaixo.

buzzsumo

Então eu decidi que seria um experimento divertido transformar o Ubersuggest em uma ferramenta muito maior e só sair dando gratuitamente tudo que você está acostumado a pagar 🙂.

Uso ilimitado, sem necessidade de cadastro, gratuito.

Veja algumas prévias de como vai ficar o conteúdo:

domain overview

content ideas

comparison

E a melhor parte…

Oferecer uma coisa grátis não requer quase nada de marketing para gerar os visitantes.

É mais fácil que escrever 7 posts por semana e eu só preciso pegar o que as pessoas adoram e pagam e dar para elas gratuitamente.

Conclusão

Eu não faço ideia de quantos visitantes eu gero fazendo isso, mas se uma coisa tão boba quanto disponibilizar dados de CPC gratuitamente pode duplicar meu tráfego e minha utilização, eu não vejo por que eu não conseguiria gerar 5 ou 6 vezes mais tráfego disponibilizando funcionalidades sofisticadas gratuitamente.

Se você quiser seguir meus passos, fique à vontade para copiar essa estratégia, mas tem algumas coisas que você deve ter em mente:

Primeiro, é bem caro.

Eu achei que dava para fazer isso gastando menos de $100.000 nos custos de desenvolvimento e $15.000 por mês com servidor. Errei feio.

Meus gastos já bateram $122.312 por mês na ferramenta, e eu não tenho expectativas deles baixarem tão cedo.

Só minhas despesas com servidor alcançaram $20.000 por mês e devem chegar a $80.000 mensais daqui a uns 4 meses.

amazon bill

Segundo, dê uma olhada em um conceito chamado a vantagem de quem chega por último.

A maior rede social de todas, o Facebook, não foi a primeira a chegar no mercado. O maior sistema operacional, a Microsoft, também não foi o primeiro na área. E o Google não foi o primeiro mecanismo de busca, mas é o maior.

Você não precisa ser o primeiro do mercado para dar certo.

Quando você é o último na jogada, você pode ver o que os outros fizeram, aprender com isso e depois entrar em ação. Isso funciona quando um mercado é fragmentado e não há vencedores claros.

Por exemplo, se você fosse construir um mecanismo de busca hoje, seria difícil superar o Google.

Mesmo que seus resultados sejam mais relevantes que os do Google, é difícil batê-los, porque as pessoas estão satisfeitas com os resultados da busca do Google. E é óbvio que o Google é o grande vencedor, porque o market cap atual deles já passou dos $700 bilhões.

Com o espaço de SEO existem milhares de ferramentas, sem um vencedor claro.

SEMrush declarou publicamente que eles geram entre $50 e $100 milhões por ano.

A Moz gera por volta de $50 milhões por ano.

Quanto à Ahrefs, eu também chutaria por volta de $50 milhões.

O mercado é fragmentado, o que quer dizer que ainda tem espaço para alguém entrar e ganhar (só não vai ser fácil).

Dê uma olhada no conceito da vantagem de quem chega por último para ver se te dá algumas ideias.

Terceiro, não tente copiar minhas estratégias a não ser que você esteja disposto a perder dinheiro.

Nem tudo que eu faço funciona, e eu estou disposto a fazer experimentos mesmo que eu perca dinheiro.

Se você não tem dinheiro para perder, tente uma abordagem mais conservadora no seu marketing, como o marketing de conteúdo tradicional ou SEO.

Por fim, dê uma olhada nos modelos de negócio atuais na sua área para encontrar eventuais falhas neles, o que vai te guiar até onde está a oportunidade.

Por exemplo, o Google gera mais de $100 bilhões por ano e a maior parte disso é receita com anúncios.

As ferramentas que eu mencionei acima não geram sequer $100 milhões por ano, porém a maioria das pessoas clica nos resultados orgânicos gratuitos do Google.

Isso só mostra que tem alguma coisa errada com o modelo de negócio deles.

Na minha opinião, um modelo melhor seria coletar leads a partir de uma ferramenta gratuita, oferecer serviços de consultoria para esses leads e pegar um percentual do orçamento do cliente.

O meu modelo não é tão escalável e requer mais headcount, mas pode gerar muito mais dinheiro. Basta olhar para agências de publicidade como a WPP e a Dentsu. Elas geram bilhões em receita!

Então, o que você acha? Gostou da minha nova estratégia de SEO? Eu, pessoalmente, estou adorando, mas, sabe como é, sou meio maluco. 

PS: Não é para você parar com seu trabalho de marketing de conteúdo. Marketing de conteúdo ainda é bastante eficaz, e é por isso que eu continuo fazendo, mas se você tem dinheiro sobrando para gastar com marketing, pense em investir em tecnologia como um experimento divertido. 

Comentários

comentários

Share This